Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

A exemplo da Enersul, Elektro pode ser alvo de CPI

29 OUT 2009Por 23h:52
     

        Rose Rodrigues, de Três lagoas
        Lidiane Kober, da redação

 

A exemplo da Enersul, a Elektro pode ser alvo de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar irregularidades no fornecimento e no reajuste de energia da concessionária, que abastece Três Lagoas e outras quatro cidade de Mato Grosso do Sul: Anaurilândia, Brasilândia, Selvíria e Santa Rita do Pardo.

 

A proposta foi apresentada pelo vereador Jorge Martinho (PMDB). Ele alega falta de interesse por parte da Elektro em divulgar informações às autoridades três-lagoenses. Segundo o vereador, a empresa se negou a responder um requerimento, enviado no dia 3 de agosto, no qual a Câmara solicita à empresa cópia do contrato de concessão de abastecimento de energia, bem como do convênio firmado com a Prefeitura de Três Lagoas, que trata da contribuição do serviço de iluminação pública.

Leia Também