Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

POLÍTICA

A beleza dos novos lustres

A beleza dos novos lustres
09/07/2010 20:28 -


Você é daqueles que ainda usa o velho “globo” de plástico na sala de casa? Saiba que existem opções de lustres que otimizam a luz, decoram e valorizam o ambiente.  Detalhe: sem gastar muito.
Parece um simples objeto sem muita importância, mas eles estão de volta com força total. Ao longo dos últimos anos, a moda foi construções com tetos rebaixados e iluminação projetada, entretanto, os lustres continuam em alta com designers ousados, mas acessíveis a todos os bolsos e gostos, além de combinarem com diferentes ambientes como a sala de estar, jantar, escritório.
Segundo o gerente de marketing da Startec, Walter Fioretto Campagnare, o lustre não precisa, necessariamente, combinar com os móveis da casa, pois eles têm o seu próprio brilho e charme. “Nada impede que uma mesa moderna de mármore, por exemplo, faça parte do mesmo ambiente de um lustre clássico ou móveis rústicos estejam no mesmo local de um lustre mais requintado”, comenta o gerente, que ainda observa que os lustres de cristal estão novamente caindo no gosto do consumidor.
Depois dos spots, que viraram febre na década de 90, os lustres voltaram com tudo por suas formas deslumbrantes. Eles carregam uma aura de magia, que vai além da história, e, muitas vezes, atravessa séculos.
“Já que a modernidade e o clássico andam juntos, é possível apostar nas misturas entre tecnologia e decoração. Para quem quer ousar, uma boa dica são as luminárias com ares de antiguidade, que ficam ótimas nos mais variados estilos de decoração e ainda têm a vantagem de continuar a ter valor de mercado daqui a algum tempo”, explica Campagnare, que aposta que os lustres nunca vão sair de moda e sempre serão importantes para a valorização do ambiente.

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...