terça, 17 de julho de 2018

Artes Visuais

8ª Bienal do Mercosul tratará de questões de territorialidade

8 DEZ 2010Por THIAGO ANDRADE22h:56

“Ensaios de geopoética” é o título da oitava Bienal do Mercosul que acontece entre setembro e novembro de 2011 em Porto Alegre. Como sugere o título, o tema trata de questões de territorialidade e as formas pelas quais a arte pode redefinir esse conceito de forma crítica por meio da estética e experimentações de linguagens. A partir de perspectivas geográfica, políticas e culturais, os artistas são convidados a discutir noções de localidade, nação, identidade, território, mapeamento e fronteira.

O artista chileno Eugenio Dittborn é homenageado nesta edição. Destacam-se em suas obras a presença de trânsito entre territórios, por meio de características de sociedade nômades e meio de percorrer fronteiras com isenção. Entre os destaques em sua obra, “Pinturas aeropostais”, mistura de desenho, costura, pintura e colagem, é um dos grandes exemplos e poderá ser visto no Santander Cultural. A curadoria geral do evento ficou por conta de José Roca, que conta com a parceria da historiadora Aracy Amaral, como convidada, e Pablo Helguera, do México, como curador pedagógico. Participam também como curadores adjuntos Alexia Tala (Chile), Cauê Alves (Brasil) e Paola Santoscoy (México). Por fim, Fernanda Albuquerque (Brasil) será a curadora assistente. A previsão dos organizadores é que na segunda semana de dezembro, esteja no ar um blog voltado à 8ª edição do evento para contar o dia-a-dia da concepção e produção.

Leia Também