Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 17 de outubro de 2018

7 milhões de pessoas passaram para classe média e 11,5 milhôes para classe alta

5 NOV 2009Por 15h:42
     

         

         

De acordo com pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgada nesta quinta-feira (5), 18,5 milhões de pessoas passaram da classe baixa para a média e da classe média para a alta , entre o ano de 2005 e 2008.

 

De acordo com o órgão ligado ao governo federal, 7 milhões de pessoas passaram para a classe média no período e 11,5 milhões de pessoas ingressaram na classe alta. A pesquisa foi feita principalmente com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

A metodologia usada pelo Ipea foi usar dados de 2001 para dividir a população em três grupos com o mesmo número de pessoas e verificar qual era a renda máxima em cada grupo.

 

O segmento de baixa renda representava 34% da população em 1997, número que passou para 26% em 2008, a menor participação desde 1995.

 

Já o segundo grupo, a classe média, representava 21,8% da população em 1995, agora alcançou  37,4% da população em 2008. A classe alta, que era 35,8% da população em 1998, também aumentou sua participação, agora representa 36,6% dos brasileiros em 2008.

 

Com informações G1

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também