Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

CAOS À VISTA

530 mil veículos nas ruas da Capital

22 NOV 2010Por Anahi Zurutuza00h:40

A região central e proximidades dos shoppings de Campo Grande devem receber aumento de até 30% no fluxo de veículos neste fim de ano. Segundo estimativa da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), serão, pelo menos, 130 mil veículos de fora da Capital transitando, durante o mês de dezembro, pelas ruas e avenidas da cidade. Somados a frota atual de Campo Grande, serão nada menos do que 530 mil. Segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), até outubro já circulavam na Capital mais de 400 mil veículos.

Para organizar o tráfego e garantir a segurança de motorista, a Agetran e a Companhia Independente de Polícia de Trânsito (Ciptran) reforçam, a partir da semana que vem, os trabalhos de fiscalização. De acordo com o diretor-presidente da Agetran, Rudel Trindade Junior, todo o efetivo da agência será empenhado nas operações de fim de ano. "Nesta época, Campo Grande se torna um polo comercial para diversas cidades das redondezas. Muitos vêm do interior para visitar familiares e aproveitam para fazer as compra de Natal e Ano-Novo, outros vêm para fazer comprar mesmo. Por isso, é mais do que importante que a gente reforce o efetivo".

Segundo Trindade, o trabalho da Agetran vai se concentrar nas vias comerciais do centro — 14 de Julho, 13 de Maio, Calógeras, 15 de Novembro e 7 de Setembro — e também no entorno dos shoppings Campo Grande e Norte-Sul.

"Vamos estar atentos aos cruzamento, auxiliando na organização do fluxo e da travessia de pedestres. No fim de ano, sempre aumentam os índices de atropelamentos, geralmente, de pessoas idosas e crianças de menos de 10 anos, porque eles não têm tanta habilidade para atravessar as ruas".

Além disso, agentes de trânsito serão responsáveis por fiscalizar infrações como parada sobre faixa de pedestres e ocupação irregular de vagas de estacionamento.

 

Ciptran

A Companhia Independente de Polícia de Trânsito está finalizando, esta semana, o plano de operações para dezembro. Mas, o comandante da Ciptran, major Alirio Vilassanti, adianta que serão, pelo menos, 100 policiais destacados para reforçar a fiscalização nas ruas de Campo Grande no fim do ano. "Trabalhamos em regime de plantão de 12 horas, com até cinco viaturas para atender às ocorrências de trânsito e equipe especial escalada para a parte de fiscalização. Mas, quando necessário, os policiais que trabalham na parte administrativa são convocados para fazer a parte de rua também".

Segundo o major, a Ciptran deve se concentrar em vias que ligam os bairros com a região central — avenidas Afonso Pena, Mato Grosso, Coronel Antonino, Júlio de Castilhos, entre outras. "São as principais avenidas da cidade e mais as ruas da região central. No fim do ano, a gente deixa de lado a parte educativa e trabalha mais na fiscalização mesmo.

Leia Também