4 mil certidões estão "esquecidas" na Justiça itinerante

4 mil certidões estão "esquecidas" na Justiça itinerante
28/09/2009 18:30 -


     

         

         

A Justiça Itinerante alerta para o acúmulo de quatro mil certidões que foram ?esquecidas? por seus donos e estão armazenadas no cartório da 8ª Vara do Juizado Especial, em Campo Grande. São documentos de casamento, divórcio, nascimento e óbito que vêm se acumulando desde 2003.

O assessor jurídico da Justiça Itinerante e Comunitária, Syrlei Mendes afirma que 80% dos documentos correspondem a certidões de casamento. Apesar dos funcionários avisarem aos interessados por telefone quando ela está pronta, cerca de 20% deles não vão buscar o comprovante.

As certidões disponibilizadas gratuitamente à população custariam R$ 23,00 se fossem retiradas do cartório, a averbação do divórcio  custaria R$ 56,00.

Com base nesses valores, os custos dos documentos acumulados no cartório ultrapassam os R$ 90 mil.
        
        As certidões podem ser retiradas na 8ª Vara da Justiça Itinerante e Comunitária, na rua Antônio Correa, n.º 85, Centro. O horário de atendimento é das 7h às 18h.

         

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".