Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

33% das empresas de SP pegará empréstimo para pagar 13º

33% das empresas de SP pegará empréstimo para pagar 13º
15/12/2008 12:15 -


     

 

 

A crise de crédito dificultou a vida das indústrias para pagar o 13º salário dos trabalhadores neste fim de ano. Com a desaceleração nas vendas a partir de outubro, cresceu 13 pontos porcentuais, de 20% em 2007 para 33% neste ano, o número de indústrias que vão usar recursos de bancos para quitar o 13.º salário, revela pesquisa da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp). Essas companhias procuram crédito para financiar boa parte da folha de pagamento: 73,6%.

 

A enquete, que ouviu 543 indústrias do Estado de São Paulo, mostra que 71% das empresas que vão usar financiamento de terceiros consideram que as dificuldades estão maiores hoje em relação ao ano passado. Além de mais difícil, o crédito está mais caro. Das que vão usar os financiamentos, 87% informaram que o financiamento está caro (47%) ou muito mais caro (40%). A pesquisa mostra que 80% das que levantaram financiamentos pagaram pelos juros, em média, 31,4% a mais ante 2007.

 

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!