Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

1º Congresso de Direito das Famílias começa hoje na Capital

1º Congresso de Direito das Famílias começa hoje na Capital
25/09/2008 09:00 -


     

Começa hoje em Campo Grande, estendendo-se até sábado, o 1º Congresso de Direito das Famílias e Direito Processual Civil de Mato Grosso do Sul. O evento acontecerá no Palácio Popular da Cultura, tendo como público alvo advogados, desembargadores, juízes, procuradores de Justiça, promotores de Justiça, defensores públicos, psicólogos, assistentes sociais, empresários, estudantes de Direito, Psicologia e Serviço Social. Informações poderão ser obtidas pelos telefones 3321-0321 e 3321-7152.

Palestrantes de renome no cenário jurídico participarão do congresso, promovido pelo Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFam) e UCDB. Os advogados Lauane Andrekowisk Volpe Camargo e Luiz Henrique Volpe Camargo, do IBDFam, sãos os coordenadores científicos do congresso.

De acordo com os organizadores, as atividades do congresso serão iniciadas às 17 h, com entrega de material de trabalho. Às 18h30min, solenidade de abertura e apresentação cultural. A primeira palestra acontecerá às 20 h e será feita por Paulo Lobo, advogado, membro do Conselho Nacional de Justiça, doutor em Direito Civil pela USP e autor de 16 livros na área jurídica. Ele abordará o tema ?Aspectos jurídicos comuns das entidades familiares?. Na mesma noite, a advogada, mestra, doutora e livre docente em Direito pela PUC/SP, Teresa Arruda Alvim Wambier, falará sobre ?Aspectos polêmicos do Recurso Especial e do Recurso Extraordinário no Direito de Família?.

Felpuda


Dez vereadores da Capital mudaram de partido na tentativa de encarar a reeleição ou, dependendo do caso, disputar a vaga de vice-prefeito. Legendas foram “engordadas”, outras entraram em estado de inanição e outras ainda simplesmente sumiram do mapa. Que ninguém ouse perguntar a quem “trocou de camisa” qual a linha programática dos partidos em que agora estão filiados. Seria para eles, digamos, questão de pouca importância. Política tem dessas coisas...