1ª Volta Ciclística do Parque do Prosa acontece no domingo

1ª Volta Ciclística do Parque do Prosa acontece no domingo
27/05/2008 21:30 -


     

A 1ª Volta Ciclística do Parque Estadual do Prosa, acontece neste domingo (1° de junho), na Capital. As inscrições estão abertas. O evento faz parte das comemorações ao Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho).

Os interessados em participar devem levar um quilo de alimento não-perecível, cobertor ou agasalho aos seguintes locais: Auto Posto dos Poderes, guarita do Parque Estadual do Prosa, ou CCAA Joaquim Murtinho. As inscrições também poderão ser feitas no dia do evento, na guarita do Parque.

Serão duas categorias: a primeira terá competidores de ciclismo, enquanto a outra é voltada para as famílias, focada no passeio como atividade de lazer.

 

A largada será nos Altos da Avenida Afonso Pena, em frente à portaria do Parque Estadual do Prosa. De lá, o percurso a ser percorrido é a Avenida Afonso Pena, em direção ao Shopping Campo Grande, virando na Via Parque, subindo na Avenida Mato Grosso em direção ao Parque dos Poderes, fazendo o percurso em todo o entorno do Parque Estadual do Prosa, chegando novamente na portaria do Parque Estadual do Prosa, onde será a chegada, totalizando oito quilômetros.

 

Os primeiros colocados serão premiados com bicicletas, diárias de hotel, diárias de spa, troféus, bolsas de estudo de língua estrangeira e camisetas. Haverá também sorteio de camisetas, bicicletas e bolsas de estudo de língua estrangeira para os participantes.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".