1ª Delegacia de Dourados recebe obras de reestruturação

1ª Delegacia de Dourados recebe obras de reestruturação
22/07/2008 17:12 -


     

                 

                 

                

A 1ª Delegacia de Polícia de Dourados está passando desde ontem (21) por obras de reestruturação e melhoria das instalações. Os serviços compreendem reforma e revisão geral na rede elétrica, hidráulica e de esgoto, urbanização externa, pintura geral, substituição dos pisos das celas com concreto e malha de aço, revisão das grades, revitalização do circuito fechado de tv e cerca elétrica. O governo do Estado investirá R$ 8 milhões sendo R$ 4 milhões destinados à Polícia Civil; R$ 2 milhões para a Polícia Militar e outros R$ 2 milhões para a Coordenadoria Geral de Perícias. Os trabalhos terão prazo de cinco meses para serem concluídos.

Em Campo Grande está em andamento a reforma da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) e da Academia de Polícia (Acadepol). No interior estão em andamento as reformas das unidades da Polícia Judiciária de Eldorado e de Jaraguari, além da substituição da rede elétrica da 1ª Delegacia e da Delegacia Regional de Ponta Porã.

Paralelamente aos investimentos destinados às polícias Civil, Militar e perícia técnica também serão reestruturas estabelecimentos penais de regime fechado, semi-aberto e aberto em vários municípios de Mato Grosso do Sul.


                

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".