Segunda, 25 de Junho de 2018

10 investigados pela Operação Castelo de Areia são libertados

28 MAR 2009Por 22h:40
     

Da Redação

O Tribunal Regional Federal da 3.ª Região (TRF 3) mandou soltar neste sábado (28) os 10 investigados da Operação Castelo de Areia, entre eles os diretores da empreiteira Camargo Corrêa e o doleiro Kurt Paul Pickel - envolvidos em suposto esquema de fraudes em licitações, superfaturamento de obras públicas, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

A decisão foi tomada pela desembargadora Cecília Mello, da 2.ª Turma do TRF. Ela acolheu liminarmente habeas corpus dos advogados dos suspeitos e mandou expedir alvará de soltura em favor dos executivos Fernando Dias Gomes, Pietro Francesco Giavina Bianchi e Dárcio Brunato, capturados preventivamente na manhã de quarta-feira por decreto do juiz Fausto Martin De Sanctis, da 6.ª Vara Criminal Federal.

        Após a decisão da desembargadora, a defesa da Camargo Corrêa apresentou um novo habeas corpus relativo a duas secretárias da empresa, Darcy Flores Alvarenga e Mariza Berti Iaquinto, e a outro diretor, Raggi Badra Neto. Eles foram detidos em regime temporário por 5 dias. O pedido em favor dos três também foi acatado. O TRF também mandou soltar outros 3 doleiros do Rio. (Com Agência Estado)

Leia Também