Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 19 de dezembro de 2018

RIO DE JANEIRO

Tragédia provocada pela chuva na serra já fez mais de 855 vítimas

31 JAN 2011Por G102h:50

Os deslizamentos causados pela chuva na Região Serrana do Rio já contabilizaram 856 mortos. Os dados foram divulgados pelas prefeituras das cidades neste domingo (30). Já o número de desabrigados e desalojados chega a quase 30 mil em toda a região.

O Comitê de Ações Emergenciais em Petrópolis informou neste domingo (30) que 71 corpos foram resgatados no município. Em Nova Friburgo, o número de vítimas chega a 412. Já em Teresópolis foram registrados 344 óbitos. Também houve 22 mortes em Sumidouro, 6 em São José do Vale do Rio Preto e 1 em Bom Jardim.

Segundo dados das prefeituras e da Defesa Civil do estado, Teresópolis tem 6.210 desalojados e 5.058 desabrigados; Petrópolis (incluindo Itaipava) soma 6.223 desalojados e 191 desabrigados; e Nova Friburgo já contabiliza 3.220 desalojados e 2.031 desabrigados.
Outros municípios afetados pela enxurrada de janeiro, São José do Vale do Rio Preto registra 2.018 desalojados e 300 desabrigados; Bom Jardim tem 1.186 desalojados e 632 desabrigados; Sumidouro soma 311 desalojados e 200 desabrigados; e Areal contabiliza 1.469 desalojados.

A lista da Defesa Civil cita ainda outros municípios atingidos pelas chuvas, como Santa Maria Madalena (284 desalojados e 44 desabrigados), Trajano de Moraes ( 188 desalojados e 28 desabrigados), Sapucaia (30 desalojados e 140 desabrigados), São Sebastião do Alto (32 desalojados e 75 desabrigados), Três Rios (36 desalojados e 33 desabrigados), Cordeiro (43 desabrigados), Carmo (55 desalojados e 12 desabrigados), Macuco (28 desalojados e 24 desabrigados), Cantagalo (8 desalojados) e Cachoeiras de Macacu (4 desabrigados).
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também