Quinta, 14 de Dezembro de 2017

tsunami

Tragédia faz Tóquio desistir das Olimpíadas de 2020

22 MAR 2011Por r713h:57

Além de provocar a suspensão de praticamente todos os eventos esportivos no Japão, o terremoto e o tsunami que afetaram o país no último dia 11 fez com que os dirigentes locais desistissem de pleitear a sede da Olimpíada de 2020. A decisão, que ainda não foi oficialmente comunicada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), foi divulgada pelo vice-presidente da entidade, Mario Pescante, a uma rádio italiana: 

- O embaixador japonês esteve comigo no início da Maratona de Roma e me disse, com grande pesar, de que o país não poderia continuar com a candidatura. 

A declaração possui conteúdo oposto ao de uma carta aberta divulgada pelo presidente do Comitê Olímpico Japonês, Tsunekazu Takeda, na última semana: 

- Por sorte, a estrutura do Comitê e o legado dos Jogos de 1964 não sofreram danos. Com este legado ainda vivo, estamos determinados em trazer a importância do valor Olímpico. 

Até o momento, Roma é a única cidade que oficialmente já manifestou intenção de sediar os Jogos de 2020, mas o prazo para o lançamento de candidaturas só termina em maio – entre os lugares cotados estão o Cairo (Egito), alguma cidade da África do Sul, Paris (França), Budapeste (Hungria) e Buenos Aires (Argentina). Tóquio foi uma das cidades vencidas pelo Rio de Janeiro na disputa da edição de 2016 da Olimpíada. 

A Record transmitirá os Jogos Olímpicos de Londres-2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet. A emissora também detém os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de 2011 (Guadalajara) e 2015 (Toronto), e da Olimpíada de 2016, no Rio de Janeiro.

Leia Também