Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

RORAIMA

Polícia Federal faz revista em carro de governador

21 OUT 10 - 18h:17g1

A Polícia Federal abordou nesta quinta-feira (21) o governador de Roraima, José de Anchieta Júnior (PSDB), que concorre à reeleição, em apuração de denúncia de crime eleitoral. A abordagem, segundo a PF em Roraima, foi motivada por denúncia de que dois veículos do Executivo estadual estariam transportando dinheiro para compra de votos.

Os carros, que não são os veículos oficiais do governador, levavam Anchieta Júnior e seguranças. Houve momentos iniciais de tensão na abordagem, já que agentes federais e seguranças do governador empunhavam armas. A ação se deu na entrada do Palácio Senador Hélio Campos, sede do Executivo estadual, em Boa Vista.

A PF em Roraima informou que desconhecia a presença do governador em um dos carros. Disse ainda que nada foi encontrado nos veículos e que Anchieta Jùnior foi "solícito" e recebeu "tratamento de autoridade". O tucano disputa o segundo turno da eleição com Neudo Campos (PP), candidato apoiado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela candidata do PT ao Planalto, Dilma Rousseff. No primeiro turno, o governador ficou em segundo lugar, com 45,03% dos votos válidos, contra 47,61% de Campos.

Governo diz que procedimento foi "normal" e aponta "indústria de boatos" O secretário-adjunto de Comunicação de Roraima, Gustavo Abreu, disse que a abordagem foi "normal". Afirmou que o governador desceu do carro e foi revistado, mesmo tendo a prerrogativa de, como governador, não se submeter ao procedimento. Atribuiu ainda ao período eleitoral a criação de uma "indústria de boatos" a respeito do episódio.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Guardas tomaram atitude 'por conta' em terminal, diz secretário
SPRAY DE PIMENTA NA MANIFESTAÇÃO

Guardas agiram 'por conta' em terminal, diz secretário

Denúncias por ameaça representam 90% das ocorrências
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Denúncias por ameaça representam 90% das ocorrências

Deputados que investigam Energisa pretendem disputar prefeituras
CPI DO PALANQUE

Deputados que investigam Energisa pretendem disputar prefeituras

De advogados a psicólogos, Prefeitura convoca 52 profissionais temporários
CONVOCADOS

De advogados a psicólogos, Prefeitura convoca 52 profissionais temporários

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião