Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

segunda, 18 de fevereiro de 2019 - 05h18min

EDUCAÇÃO

Comissão quer melhorar acordo ortográfico

2 OUT 13 - 00h:00AGÊNCIA SENADO

A Comissão de Educação, Cultura e Esporte aprovou,  ontem (1º), a criação de um grupo de trabalho destinado a estudar e apresentar proposta para aperfeiçoar o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, firmado em 1990 por todos os países de língua portuguesa. O presidente da CE, senador Cyro Miranda (PSDB-GO) – autor do requerimento para a criação do grupo, junto com a senadora Ana Amélia (PP-RS) – explicou que o acordo entraria em vigor no dia 1º de janeiro de 2013, mas o início da vigência foi adiado para 2016 porque muitos países ainda não estavam preparados para as mudanças previstas.

Para isso, senadores da Comissão de Educação do Senado mantiveram entendimento com o governo, no final do ano passado, o que resultou na publicação do decreto da presidente Dilma Rousseff permitindo o adiamento. O novo decreto ampliou o período de transição até 31 de dezembro de 2015. Até lá, coexistirão a norma ortográfica atualmente em vigor e a nova norma estabelecida por meio do acordo.

A preocupação do senador Cyro Miranda é que ao final de 2015 o Brasil se encontre na mesma situação do final do ano passado. O objetivo do grupo de trabalho, segundo o senador é contribuir para que o país tenha uma proposta para simplificar a aperfeiçoar o acordo. A ideia é fazer com que o grupo trabalhe com especialistas de outros países de língua portuguesa. O grupo terá a participação dos professores Ernani Pimentel e Pasquale Cipro Neto e do senador Cristóvam Buarque.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Novos portos vão investir R$ 250 milhões em Murtinho
ECONOMIA

Novos portos vão investir R$ 250 milhões em Murtinho

Polo Empresarial Oeste é alvo de diagnóstico da Prefeitura
ECONOMIA

Polo Empresarial Oeste é alvo de diagnóstico da Prefeitura

CORREIO DO ESTADO

Confira nosso editorial desta segunda (18): "Otimismo é fundamental"

ARTIGO

Monica Portella: "Empresas avaliam habilidades interpessoais na hora de contratar"

Pós-doutora em psicologia pela PUC-Rio

Mais Lidas