Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

DIREITOS HUMANOS

Comissão da Verdade quer ter acesso a documentos do Ministério do Trabalho

22 JUL 13 - 17h:45FOLHA PRESS

 O grupo de trabalho da Comissão Nacional da Verdade que investiga a repressão a sindicalistas durante a ditadura militar (1964-1985) quer ter acesso a documentos do Ministério do Trabalho que, segundo os membros do GT, trazem informações detalhadas sobre a perseguição a trabalhadores no período.

"Recebemos informações de que existe vasta documentação no Ministério do Trabalho. Esses documentos vão nos dar um panorama. Já temos informações de mais de 400 sindicatos que foram invadidos no dia do golpe de 1964, agora queremos ter acesso a esses documentos porque era o Ministério do Trabalho que expedia cartas de destituição de diretorias [dos sindicatos]", disse Expedito Solaney, secretário nacional de políticas sociais da CUT.

Segundo a coordenadora da Comissão da Verdade, Rosa Cardoso, pequena parte desse acervo já foi levantada pelo Arquivo Nacional, mas ele não se encontra em boas condições de manuseio. O colegiado já enviou ao Ministério do Trabalho solicitação para ter acesso aos documentos, mas ainda não obteve resposta.  

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MNT recorre à Justiça para que Santa Casa pague salários atrasados
TUTELA DE URGÊNCIA

MNT recorre à Justiça para que Santa Casa pague salários

AVIÃO DA FAB

Ministros do STF discutem prisão de sargento acusado de transportar cocaína

Brasil ocupa o 44º lugar no consumo de agrotóxicos
RANKING FAO

Brasil ocupa o 44º lugar no consumo de agrotóxicos

Em perseguição, veículo capota e PM apreende uma tonelada de maconha
ANTÔNIO JOÃO

Veículo capota e PM apreende uma tonelada de maconha

Mais Lidas