Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ESTADUAL 2019

Zagueiro marca contra, briga, é expulso e Comercial perde em casa

27 JAN 19 - 17h:58RAFAEL RIBEIRO

O Comercial entrou em campo na tarde deste domingo (27) no Morenão sonhando em continuar na briga pela liderança do Estadual 2019. Mas, em dia para se esquecer do zagueiro André Bahia, o Colorado acabou sucumbindo para o Aquidauanense por 1 a 0, na abertura da terceira rodada.

Se o futebol é feito por protagonistas, como diz o ditado, André Bahia teve o seu status de vilão. O camisa 4 colorado marcou contra o único gol do jogo, ainda no primeiro tempo. Na saída para o intervalo, trocou ofensas e quase agressões com Paulo Roberto, seu próprio colega de equipe e, ao voltar para a etapa final, foi expulso.

Atuação esquecível em um dia muito abaixo do esperado do Comercial, que com o resultado perde sua invencibilidade no campeonato - vinha de uma vitória e um empate.

Melhor para a Aquidauanense. Recém-promovida da segunda divisão, o Azulão do interior alcança a liderança provisória do certame, com sete pontos. Para permanecer na ponta, depende de um tropeço do Águia Negra, único clube com 100% de aproveitamento e que encerrará a rodada deste domingo diante do Corumbaense, em Rio Brilhante, às 19h.

Foi um início de jogo muito abaixo do Manda Brasa, que assustou os 455 torcedores presentes (renda de R$ 3,2 mil). O time do técnico Mário Tilico, que repetiu a base do ano passado e vinha mostrando um futebol envolvente, foi presa fácil do Azulão. Tinha dificuldades na armação de suas jogadas e oferecia os contra-ataques para os interioranos, que aproveitariam uma das chances de maneira inusitada.

O fatídico lance veio aos 33 minutos de jogo. O Aquidauanense teve falta pelo lado direito do campo, na intermediária da área. Uelison Santana, o maestro do time interiorano, lançou para o miolo da área e André Bahia, o nome do dia, subiu mais que os rivais para testar. Contra a própria meta.

O gol contra pareceu desmonorar qualquer chance que ainda restava o Comercial. Para piorar, na saída de campo no intervalo, André Bahia e Paulo Roberto se estranharam e só não chegaram as vias de fato pela intermediação da turma do deixa disso.

Briga no próprio elenco, gol contra e futebol apático: um dia para se esquecer no Manda Brasa (Álvaro Rezende/Correio do Estado)

Tilico bem que tentou. Na volta ao campo sacou Paulo Roberto, mas a arbitragem estava de olho. Expulsou André Bahia, compliando ainda mais as chances coloradas.

No segundo tempo, apesar do Comercial se acertar dentro de campo (evitando assim tomar mais gols), o sólido esquema azulino impedia chances de gols rivais, diminuiu seu próprio ritmo e cozinho o jogo o suficiente para garantir os três pontos. 

"Jogador tem que ser espero. Eu cobrei deles. No intervalo e ir direto para o vstiário, sentar e esperar as orientações do treinador, não tirar satisfações assim, na frente de todo mundo. Tem que ter esse entendimento que nem sempre se ganha. As derrotas acontecem. Já cobrei e vou cobrar mais deles", disse Tilico à 'TV Morena', na saída do campo, comentando sobre a briga entre seus atletas. 

A chuva que caiu sobre o Morenão tampouco ajudou o Manda Brasa e seu jogo de toque rápido e futebol de velocidade, ajudando a selar o primeiro revés na competição.

Na próxima rodada, o Aquidauanense volta a campo na quarta-feira (30), em duelo contra o Chapadão do Sul, na casa do rival, às 16h.

O Comercial busca a reabilitação no mesmo dia, mas às 20h10, em confronto com o Urso, novamente no Morenão.

RODADA

A terceira rodada do estadual foi marcada por adiamento de partidas. Dois jogos programados para o último sábado (26), Sete de Dourados x União ABC e Novo x Operário de Dourados, foram adiados pela federação.

Juntam-se ao confronto entre Urso e Operário, que também havia tido sua data alterada. Os três jogos não têm previsão de realização.

Neste domingo, o Chapadão do Sul recebeu o Costa Rica em casa, no clássico interiorano, e acabou perdendo por 2 a 1.

O Costa Rica, dono do elenco mais caro e que mais investiu, de novo, quebra desse jeito seu jejuns de vitórias na temporada. E também um jejum de triunfos na casa do rival, onde nunca saiu vitorioso antes na história.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Trio sul-mato-grossense avança em etapa do Circuito Brasileiro
VÔLEI DE PRAIA

Trio sul-mato-grossense avança em etapa do Circuito Brasileiro

Fórum de políticas públicas do esporte reúne gestores da área
ESPORTE

Fórum de políticas públicas do esporte reúne gestores da área

Dupla do Estado disputa <BR>vaga no Pan-Americano
LUTA OLÍMPICA

Dupla do Estado disputa vaga no Pan-Americano

Fórum discute ações no esporte <br>para próximos quatro anos
DEBATE

Fórum discute ações no esporte para próximos 4 anos

Mais Lidas