CONTRA FLAMENGO

Virose ataca elenco do Santos e tira <br>Thiago Maia e Ricardo Oliveira

Virose ataca elenco do Santos e tira <br>Thiago Maia e Ricardo Oliveira
27/06/2017 23:00 - FOLHAPRESS


 

O Santos sofre com uma epidemia de gripe e terá mais uma vez desfalques na equipe titular por conta de viroses. O problema recente inclui o técnico Levir Culpi e mais nove jogadores do elenco -Lucas Lima, Ricardo Oliveira, Thiago Maia, Vecchio, Kayke, Victor Ferraz, Bruno Henrique, Rodrigão e Vladimir.

Para o duelo contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Rio de Janeiro, válido pelas quartas de final da Copa do Brasil, o volante Thiago Maia, com virose, e o atacante Ricardo Oliveira, com pneumonia, estão fora de combate.

Na semana passada, o clube havia confirmado que Ricardo Oliveira estava gripado. No entanto, após uma série de exames, o centroavante foi diagnosticado com a doença. O atleta ficará em repouso em sua casa, em Alphaville, em São Paulo, e não há prazo para retorno ao time.

O lateral Victor Ferraz foi o primeiro caso recente de gripe no Santos. Em seguida, nas próximas semanas, outros atletas sofreram com espirros e tosses.

No treino desta segunda-feira, o atacante Kayke e o meia Vecchio também desfalcaram o time por conta de gripe. No entanto, os atletas se recuperam a tempo para o duelo contra o Flamengo.

O zagueiro David Braz, com resfriado, tentou explicar a "crise de gripe" que sofre o elenco santista.

"Estão todos com essa gripe, funcionários também. Eu estou resfriado, mas vamos nos dedicar para as batalhas pela frente.Essas coisas acontecem, fazem parte da vida. Clima muda muito. Tem feito frio em Santos. Não tem como fugir dessa gripe", disse.

Para o lugar de Thiago Maia, o técnico Levir Culpi deve escalar o volante Leandro Donizete. Alison corre por fora na briga pela posição.

Desta forma, o Santos deve enfrentar o Flamengo com a seguinte escalação: Vanderlei; Victor Ferraz, David Braz, Lucas Veríssimo e Jean Mota; Renato, Leandro Donizete (Alison) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Kayke.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".