Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 19 de novembro de 2018

MUNDIAL

Sul-africano tem bateria perfeita com duas notas 10; Medina avança

18 JUL 2017Por FolhaPress09h:18

O sul-africano Jordy Smith conseguiu um feito na manhã desta terça-feira (18). Surfando em casa, o atleta completou uma bateria perfeita nas ondas de Jeffreys Bay com duas notas 10 e avançou de fase na sexta etapa da WSL (World Surf League), o circuito mundial do esporte.

Uma das notas veio de forma unânime, com os cinco juízes soltando o 10 para Smith após uma combinação de tubos com fortes manobras. Na outra, um dos jurados deu 9,80, mas como a maior e a menor notas são descartadas ele completou a pontuação máxima de 20 pontos na bateria.

Desta forma, o italiano Leonardo Fioravanti pouco pôde fazer na bateria e acabou eliminado com uma pontuação alta de 16,17 em suas duas melhores ondas.

Apesar de raro, o feito completar uma bateria perfeita não é único de Jordy Smith. Recentemente, Kelly Slater no Taiti (2016) e Owen Wright em Fiji (2015) também atingiram os 20 pontos possíveis.

Entre os brasileiros, destaque para Gabriel Medina, que avançou para a quarta fase com vitória sobre o australiano Bede Durbidge por 15,83 a 12,57. Filipe Toledo também está classificado, mas sequer precisou entrar na água diante da lesão sofrida pelo seu oponente Kelly Slater na segunda-feira.

Adriano de Souza "Mineirinho", por sua vez, acabou eliminado pelo francês Joan Duru por 15,50 a 14,40 e deve cair no ranking. Ele chegou à África do Sul na terceira colocação. Caio Ibelli também deu adeus à etapa.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também