Terça, 19 de Junho de 2018

FUTEBOL 2018

Sob protestos, São Paulo vira e garante a ponta do grupo no Paulistão

Última rodada da 1ª fase definiu os classificados para mata-mata

11 MAR 2018Por Folhapress18h:32

Sob o olhar do novo treinador, o uruguaio Diego Aguirre, 52, anunciado neste domingo, o São Paulo venceu o Red Bull por 3 a 1, de virada, neste domingo (11), no Morumbi, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Paulista.  

Com o resultado, a equipe tricolor assegurou a liderança do Grupo B, com 17 pontos --dois a mais do que o São Caetano, vice-líder. Assim, as duas equipes vão se enfrentar na próxima fase da competição. Como realizou melhor campanha, o time do Morumbi terá a vantagem de ser o mandante da partida de volta.

Na terça-feira (13), a FPF (Federação Paulista de Futebol) define a data e os horários das partidas. 

No duelo contra o São Caetano, o São Paulo foi dirigido interinamente por André Jardine, que agora fará parte da comissão técnica permanente. Ele substituiu Dorival Júnior, demitido na última sexta-feira. ​

Com o time tricolor já classificado, o interino escalou uma formação mista. Militão, Rodrigo Caio, Cueva e Brenner ficaram fora da partida assim como Jucilei, vetado pelo departamento médico. Já Marcos Guilherme e Valdivia iniciaram o jogo no banco de reservas e entraram na etapa complementar. 

Com as mudanças, Jardine aproveitou para lançar alguns jovens, casos do volante Pedro Augusto e do atacante Caíque. Nenê e Diego Souza começaram como titulares. 

O São Paulo, porém, saiu atrás do placar em uma falha do goleiro Jean, que errou na saída de bola. Edmilson recebeu passe na entrada da área e finalizou para o gol. 

A equipe tricolor não se abateu e conseguiu o empate. Após uma jogada pela direita, Nininho tentou cortar e marcou contra. 

No segundo tempo, Jardine promoveu a entrada do lateral esquerdo/volante Liziero, destaque da equipe sub-20 vice-campeã da Copa São Paulo de futebol júnior. A equipe mostrou mais dinamismo e conseguiu a virada. 

Aos 22 minutos, Arboleda marcou o segundo após completar o cruzamento. Quatro minutos depois, Marcos Guilherme, que havia entrado no lugar de Trelléz, outro que começou jogando, finalizou cruzado para ampliar e definir o marcador. 

PROTESTO

 Antes do jogo contra o Red Bull, a torcida do São Paulo promoveu um extenso protesto nas imediações do estádio do Morumbi. Os alvos do ato foram a diretoria do clube e o atual elenco de jogadores.

Planejada pelas torcidas Independente e Dragões da Real, as mais famosas organizadas ligadas ao São Paulo, a "marcha fúnebre" foi iniciada duas horas antes do jogo. Cinco caixões, seis faixas e dezenas de cruzes trouxeram mensagens que contestam pontos importantes da administração do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco. Também a má sequência de resultados do time foi alvo da encenação, com objetos em alusão a "um time morto".

Ao som de uma marcha fúnebre e marcação de tambor, foram contestados o trabalho das categorias de base em Cotia e, segundo os torcedores, o uso do ídolo Rogério Ceni como "barganha política" na última temporada. Na caminhada, os torcedores exibiram faixas com mensagens como "São Paulo na UTI" e pediam a "libertação de Leco". Uma fumaça preta foi lançada para simbolizar o momento do clube.

CORINTHIANS

O Corinthians se despediu da fase de grupos do Paulistão com vitória sobre o Botafogo-SP no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, e venceu por 2 a 0, em duelo válido pela 12ª rodada. Henrique abriu o placar, e Gabriel fez um golaço para fechar a vitória corintiana.

O time alvinegro entrou em campo já garantido na primeira colocação do Grupo A e agora chega aos 23 pontos. O adversário nas quartas de final será o Bragantino, que empatou com o São Caetano e ficou em segundo no grupo com 17 pontos. As datas dos duelos de ida e volta serão definidas na próxima terça-feira (13), mas já é certo que o Corinthians decidirá a vaga na semifinal em casa.

Já o Botafogo-SP termina na segunda colocação do Grupo C, com 16 pontos, e terá o Santos no mata-mata. O primeiro jogo será em Ribeirão Preto, com a volta na Baixada Santista.

As duas equipes sofreram com o forte calor e criaram muito pouco até os 30 minutos do primeiro tempo. O jogo melhorou depois da pausa para hidratação. Os donos da casa chegaram com perigo aos 41 minutos. Após troca de passes, Lucas Taylor recebeu pela direita e cruzou rasteiro, mas Cássio cortou antes da bola chegar em Jheimy, que estava livre na pequena área em posição duvidosa.

No começo do segundo tempo, Henrique se lançou ao ataque mesmo com a bola rolando e foi premiado com o primeiro gol dele com a camisa do Corinthians. Aos quatro minutos da etapa final, Romero recebeu pela direita, cortou a marcação e colocou com categoria na cabeça do zagueiro, que cabeceou forte no canto direito do goleiro.

Um dos únicos titulares escalado desde o início do jogo neste domingo, Gabriel marcou um golaço para dar tranquilidade aos visitantes. Aos 39 minutos do segundo tempo, quando os donos da casa pressionavam e estavam próximos do empate, o camisa 5 recebeu belo lançamento de Pedrinho e mostrou categoria para tocar na saída de Tiago Cardoso e fechar o placar.

Na próxima quarta-feira (14), o clube comandado por Fábio Carille faz o primeiro jogo ao lado da torcida na Libertadores e recebe o Deportivo Lara na Arena Corinthians.

PALMEIRAS

Já classificado, o Palmeiras concluiu a primeira fase do Campeonato Paulista com a melhor campanha da competição ao vencer o Ituano por 3 a 0, fora de casa, pela 12ª rodada.

Em uma equipe recheada de reservas, Gustavo Scarpa "desencantou" e fez seus dois primeiros gols com a camisa alviverde, com belos chutes de pé esquerdo. O garoto Fernando, em sua primeira chance no time principal em 2018, marcou o terceiro.

Com o triunfo em Itu, o Palmeiras chegou a 26 pontos, com oito vitórias, dois empates e duas derrotas. Nas quartas de final, o adversário será o Novorizontino, que terminou no segundo lugar do grupo C.

Em sua segunda oportunidade como titular do Palmeiras, Gustavo Scarpa enfim mostrou por que o clube investiu tanto em sua contratação. Chamando o jogo desde o início, ele foi o principal armador do time, flutuando a partir do lado esquerdo e distribuindo passes e chutes perigosos.

O camisa 14 foi recompensado com dois belos gols. Primeiro, recebeu de Guerra na área e colocou no ângulo. Na segunda etapa, ficou com a bola pela esquerda e soltou uma bomba. O melhor em campo.

Depois de Papagaio estrear contra o São Caetano e começar como titular no jogo deste domingo, outro atleta da base palmeirense ganhou oportunidade de Roger Machado: o atacante Fernando substituiu o próprio Papagaio aos 31 do segundo tempo.

O garoto de 19 anos entrou com vontade de sobra e tomou um cartão amarelo com menos de dois minutos em campo, após um carrinho. Logo depois, porém, fez o terceiro gol, ao receber cruzamento de Juninho e completar para as redes.

Contratado do Atlético-PR no início do ano, Weverton recebeu sua primeira chance no Palmeiras. Mas o atual terceiro goleiro teve pouquíssimo trabalho no jogo, graças ao completo domínio alviverde na partida.

Tanto que a torcida até vibrou quando, no segundo tempo, Weverton fez sua primeira intervenção importante no jogo, saindo do gol para interceptar um lançamento do Ituano. Já nos minutos finais, ele finalmente fez uma defesa importante ao espalmar uma cobrança de falta perigosa.

O desempenho do time reserva do Palmeiras foi bem superior ao da derrota por 1 a 0 para o São Caetano, quando a equipe sofreu para criar chances claras. Desta vez, o time de Roger Machado dominou totalmente a partida e poderia até ter feito mais gols. Guerra novamente foi muito bem no meio-campo e ajudou o time a criar volume de jogo. O Ituano mal conseguiu ameaçar a meta de Weverton.

Após uma pré-temporada mais longa para evitar lesões, Moisés finalmente fez sua estreia como titular do Palmeiras em 2018. A atuação foi discreta, com o meio-campista se concentrando em fazer o simples e ganhar ritmo de jogo. Ele foi substituído no segundo tempo por Thiago Santos.

O Palmeiras também teve dois jogadores improvisados nas laterais. Tchê Tchê fez a direita, já que o titular Marcos Rocha foi poupado, Mayke e Jean estão machucados e Fabiano foi para o Inter. Já na esquerda, jogou o zagueiro Juninho, com Victor Luís suspenso, Michel Bastos poupado por dores e Diogo Barbosa voltando de lesão.

E os dois foram bem no apoio. Enquanto Tchê Tchê atacou bem tanto pelo lado como pelo centro, Juninho —apesar de alguns sustos na defesa— deu a assistência para o terceiro gol, marcado por Fernando.

OUTROS JOGOS E CONFRONTOS:

Mesmo jogando na Vila Belmiro, em casa, o Santos perdeu para o já eliminado São Bento por 3 a 1, para a revolta da pequena torcida presente no estádio. Os confrontos dessa forma nas quartas-de-final do Paulistão ficam assim: Corinthians x Bragantino, São Paulo x São Caetano, Palmeiras x Novorizontino e Santos x Botafogo. As datas e horário dos confrontos ainda serão divulgados.

 

Leia Também