Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 16 de outubro de 2018

3 A 2

Sem Cristiano Ronaldo, Portugal
bate Polônia Liga das Nações

11 OUT 2018Por FOLHAPRESS23h:00

Atual campeão da Eurocopa, Portugal manteve a invencibilidade na Liga das Nações ao vencer a Polônia, fora de casa, por 3 a 2, nesta quinta-feira (11), pelo Grupo 3 da Liga A do torneio europeu. A partida ocorreu no Silesian Stadium, na cidade de Chorzow.

André Silva, Glik (contra) e Bernardo Silva anotaram os gols do triunfo, que manteve os portugueses na liderança da chave, com seis pontos em duas rodadas, deixando encaminhada a classificação às semifinais. Um empate diante da Itália, no dia 17 de novembro, em Milão, poderá ser o suficiente para assegurar a vaga.

Já os poloneses, que marcaram com Piatek e Blaszczykowski, seguem com um ponto, empatados com os italianos. As duas seleções se enfrentarão neste domingo (14), também em Chorzow, brigando contra o rebaixamento -os líderes de grupo vão à semi da Liga A, enquanto os lanternas serão relegados à Liga B na temporada 2019-20.

Sem o atacante Cristiano Ronaldo, que se licenciou da seleção portuguesa neste fim de ano para, entre outros motivos, se defender de uma acusação de estupro, Portugal saiu atrás no placar. Aos 17 minutos do primeiro tempo, após cobrança de escanteio, Piatek aproveitou o erro do goleiro Rui Patrício ao sair da meta e cabeceou para fazer 1 a 0.

Mesmo fora de casa, Portugal se impôs em campo e virou antes do intervalo. Aos 30 minutos, André Silva completou cruzamento de Cancelo para empatar e, aos 41, o zagueiro polonês Glik marcou contra ao tentar desarmar Rafa Silva dentro da área.

Aos 6 minutos do segundo tempo, o meia Bernardo Silva, chutando colocado após jogada individual, anotou o terceiro gol português. A Polônia esboçou uma reação com Blaszczykowski, que descontou aos 32.

Os portugueses ainda tiveram mais uma chance de marcar aos 39 minutos. O meia Renato Sanches ficou livre na área e driblou o goleiro Fabianski, mas Kedziora salvou a Polônia em cima da linha.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também