Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL FEMININO

Seleção brasileira vence a Inglaterra pela primeira vez em amistoso

Seleção brasileira vence a Inglaterra pela primeira vez em amistoso
05/10/2019 14:57 - ESTADÃO CONTEÚDO


 

A seleção brasileira feminina derrotou a Inglaterra, neste sábado, por 2 a 1, em amistoso disputado no Estádio Riverside, em Middlesbrough, na Inglaterra. Os gols da vitória vieram da atacante Debinha. 

Foi a primeira vitória do Brasil sobre as adversárias europeias, que ficaram em quarto lugar na Copa do Mundo da França. Na próxima terça-feira o adversário do time da técnica sueca Pia Sundhage será a Polônia, às 15h15, na Suzuki Arena, na cidade polonesa de Kielce. A treinadora vai defender uma invencibilidade no comando do time nacional, pois bateu a Argentina por 5 a 0 e empatou sem gols com o Chile.

O primeiro tempo foi muito ruim para o Brasil. Com 61% de posse de bola, as inglesas tiveram pelo menos cinco boas chances para marcar. Em três delas, destaque para a goleira Bárbara. Mead, após passar por marcação dupla, perdeu gol de forma incrível.

O sistema 4-4-2 adotado por Pia Sundhage deixou o Brasil sem força no meio-de-campo. O setor ofensivo ficou isolado e pouco foi municiado. Tímido, o Brasil só tentou três finalizações a gol, acertando o alvo em apenas uma, enquanto a Inglaterra arriscou oito vezes.

No segundo tempo, o Brasil voltou totalmente diferente. Pia fez três alterações: entraram Mônica, Maria e Ludmila nos lugares de Giovanna, Marta e Chu. A seleção passou a marcar a saída de bola inglesa, teve um meio campo mais "povoado" e Maria e Tamires mostraram força no apoio ao ataque.

Logo aos três minutos, Tamires fez grande jogada pela esquerda, ao deixar Parris no chão, após dois lindos dribles. O cruzamento foi na cabeça de Debinha, que teve a colaboração da goleira Earps para abrir o placar.

As inglesas sentiram o golpe e tentaram a recuperação, mas Bárbara mostrou segurança. Aos 21, a sorte ajudou o Brasil. Maria fez boa jogada pela direita e cruzou para Debinha. O chute da atacante desviou na zaga inglesa e encobriu a goleira Earps: 2 a 0.

O Brasil passou a atuar no contra-ataque e sofreu pressão. Aos 35, Houghton cruzou na área brasileira e England subiu bastante para ganhar de Mônica e cabecear forte. Bárbara ainda tocou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

Mas nos minutos finais, a goleira foi muito importante ao defender duas finalizações muito perigosas das europeias, garantindo a vitória brasileira.

 

Felpuda


A continuar disparando tantas críticas ácidas contradizendo o seu partido, que em nível nacional ganhou até um ministério, político cá dessas bandas poderá ser colocado de escanteio e, se continuar nessa cruzada nada palatável para as lideranças, ser convidado gentilmente a “procurar o caminhão do qual caiu”, como se diz no popular. Os comentários são de que o dito-cujo age assim mais para ganhar holofotes. Esqueceu-se, pelo que se vê, que poderá ocorrer curto-circuito. Ui!