Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 22 de setembro de 2018

Mercado da bola

São Paulo acelera renovações dos
garotos Liziero, Helinho e Perri

15 ABR 2018Por FOLHAPRESS12h:02

Se para renovar com Militão, que pode assinar com outros clubes de graça a partir de julho, o São Paulo encara dificuldades, a ordem no clube foi se antecipar para proteger outras promessas da base. Por isso, a diretoria acelerou o processo para estender os vínculos de mais três garotos formados em Cotia: o goleiro Lucas Perri, o volante Liziero e o atacante Helinho. A nova validade dos contratos ainda não foi divulgada, mas o clube do Morumbi possui 100% dos direitos econômicos de todos eles.

Do trio, quem tem o contrato mais perto do fim é Perri, até 30 de julho de 2019. Assim, ficaria livre a partir de janeiro. Aos 20 anos, ele é o terceiro goleiro do elenco profissional e chegou a ficar no banco de reservas nesta temporada enquanto Sidão esteve machucado. A Roma já demonstrou interesse em buscar o arqueiro são-paulino, o que contribuiu para a atitude da diretoria tricolor.

O vínculo de Liziero vai até 7 de fevereiro de 2020, mas é considerado o caso mais urgente, até pela ascensão meteórica nas últimas semanas. Versátil, já atuou como meia, volante e lateral-esquerdo na base e no profissional - disputou oito partidas desde a promoção. O crescimento atraiu a atenção de clubes europeus e fez o São Paulo correr. A renovação está muito perto de ser sacramentada com o jovem que foi chamado de craque pelo técnico Diego Aguirre.

A situação mais tranquila é a de Helinho. A diretoria, entretanto, não quer passar por apuros como acontece com Militão, que deve ter valorização considerável no salário, ou por novo caso como o de Marquinhos Cipriano, que se recusou a renovar e já pode acertar com outros clubes. O contrato de Helinho vai até 30 de novembro de 2020. O atacante de 17 anos, a partir dos próximos dias, passará por duas semanas de observação no CT da Barra Funda para saber se será ou não efetivado por Aguirre no elenco profissional.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também