Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL

Santos e Corinthians fazem 1º jogo<br> da final do Brasileiro feminino na quinta

Santos e Corinthians fazem 1º jogo<br> da final do Brasileiro feminino na quinta
11/07/2017 14:39 - Folhapress


Santos e Corinthians/Audax disputam o primeiro jogo da decisão do Campeonato Brasileiro feminino de futebol nesta quinta-feira (13), às 18h30, na Vila Belmiro.

A segunda partida da final está programada para a próxima quarta-feira (19), às 16h30, na Arena Barueri. Os dois jogos terão transmissão do SporTV.

A confirmação oficial aconteceu nesta terça-feira (11) pela CBF, organizadora da competição. A entidade já tinha confirmado as datas, os horários e os locais da partida na segunda-feira, mas o Corinthians/Audax ainda insistia na mudança do dia.

"Vamos pedir para mudar o horário e a data do jogo. Queremos quinta ou sexta-feira no período da noite. O interesse da modalidade está acima do interesse da televisão. Vamos tentar alterar a data e o horário. O objetivo é ter mais público", afirmou Pedro Castro, diretor de futebol da parceria Corinthians/Audax.

Como fez melhor campanha, o Corinthians fará o segundo jogo como mandante. O clube até cogitou atuar no Itaquerão, mas a comissão técnica e as jogadoras preferiram atuar na Arena Barueri, local onde o clube mandou seus jogos na competição.

O Corinthians terminou a primeira fase do torneio com a melhor campanha. Somou 37 pontos em 14 jogos. Nas quartas de final, eliminou a Ferroviária e, na semifinal, passou pelo Rio Preto.

Já o Santos fez a terceira melhor campanha na classificação geral na fase inaugural do torneio -conquistou 34 pontos em 14 partidas. Nas quartas de final, eliminou o Audax. Na semifinal, venceu duas vezes o Iranduba, sensação da competição.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!