Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ATLETA

Pratto passa bem após concussão, mas fica internado para seguir protocolo

Ele chegou a ficar desacordado por alguns instantes, mas retomou logo consciência
27/08/2017 20:00 - FOLHAPRESS


A agitação dos jogadores de Palmeiras e São Paulo ao redor do atacante Pratto, 29 anos, esticado no chão, deu o tom da gravidade do caso.

Após um choque aos 22 minutos do primeiro tempo com o meia Hernanes, também do São Paulo, o atacante argentino, que no clássico resolveu usar a camisa 9, em vez da 14, teve que ser retirado do Allianz Parque de ambulância.

Ele chegou a ficar desacordado por alguns instantes, mas antes de entrar na ambulância que o levou ao Hcor, na região da Paulista, já estava consciente.

Segundo o médico José Sanchez, membro da comissão técnica do São Paulo, o atacante passa bem no momento, depois de ter ficado cerca de um minuto inconsciente em campo por conta de um trauma na cabeça. Quando seguiu para o hospital, já estava desperto e sabia o que lhe havia acontecido, embora não se lembrasse de detalhes.

"Ele ainda estava um pouco letárgico no campo, mas sabia onde estava e me reconheceu", afirmou. "Quando chegou ao hospital, já apresentava boa evolução. Mas existe um protocolo a ser seguido, então ele segue em observação por pelo menos 12 horas. Mas pode chegar a 24 horas."

Segundo o médico, o atacante já passou por exames neurológicos completos e deve ser liberado nesta segunda-feira (28) à tarde. "Ele deve ser reavaliado e ser liberado depois do almoço. Temos quase certeza de que estará bem para seguir para casa."

Felpuda


Político experiente tem repetido que não é o momento de falar em eleições. O momento é de tensão, de incertezas políticas e econômicas – como se o País fosse uma ilha de preocupações cercada pelo coronavírus por todos os lados. Em Mato Grosso do Sul, onde já se registrou morte pela doença e o número de casos só tende a subir, não poderia ser diferente. “É suicídio político para quem ousar falar em eleição neste momento”, conclui. Só!