Campo Grande - MS, terça, 21 de agosto de 2018

reforços

Palmeiras faz 4 trocas em lista de inscritos para o mata-mata da Libertadores

3 JUL 2017Por FOLHAPRESS18h:44

Antes de embarcar para Guayaquil, onde enfrentará na quarta-feira o Barcelona-EQU, pelo primeiro duelo das oitavas de final da Copa Libertadores da América, o Palmeiras oficializou quatro trocas na lista de inscritos para o mata-mata da competição sul-americana. Os recém contratados Bruno Henrique, Juninho, Luan e Mayke estão confirmados no torneio.

Os novos nomes do elenco de Cuca substituirão Rafael Marques, Vitor Hugo e Alecsandro, que trocaram o atual campeão brasileiro por Cruzeiro, Fiorentina-ITA e Coritiba, respectivamente.

Quem também deixa a lista da Libertadores é o zagueiro Vitão, oriundo das divisões de base e inscrito na fase de grupos ainda por Eduardo Baptista.

Na competição sul-americana, apenas Mayke usará um número diferente ao do Campeonato Brasileiro. O lateral direito vestirá a 9, que pertencia a Alecsandro - Borja foi inscrito com a 12 no torneio da Conmebol. Bruno Henrique (19), Juninho (4) e Luan (13) mantêm a numeração trajada na Série A.

O meia Léo Passos, que veste a camisa 10 de Moisés no torneio, segue no grupo pelo menos para este primeiro compromisso pelo mata-mata. Em recuperação de uma lesão grave no joelho, Moisés trabalhou a parte física no gramado nesta segunda-feira e deve voltar a trabalhar com bola no próximo mês.

Contando com o retorno de Moisés, um dos destaques no título de campeão nacional do ano passado, o atual campeão brasileiro possui ainda uma vaga aberta, planejada para o atacante que a diretoria ainda busca no mercado.

O nome mais forte é o de Diego Souza, do Sport - o experiente meia-atacante ainda não decidiu o futuro com o clube pernambucano.

Com os quatro novos atletas assegurados no torneio sul-americano, Palmeiras ainda poderá inscrever mais dois jogadores 48h antes do confronto da volta, marcado para 9 de agosto, no Allianz Parque. A Conmebol autorizou esta nova mudança na última semana, conforme mostrou o UOL Esporte em 27 de junho.

Na primeira versão do regulamento, o número de substituições para esta primeira etapa do mata-mata era de apenas três, mas a entidade optou por aumentar para seis. Uma nova troca de três nomes, pelo menos até este momento, será permitida apenas na fase semifinal.

Leia Também