Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

FUTEBOL 2019

Odebrecht confirma quitação de dívida referente à Arena Corinthians

Odebrecht confirma quitação de dívida referente à Arena Corinthians
13/09/2019 19:01 - DAS AGÊNCIAS


 

Após Andrés Sanchez declarar, na manhã desta sexta-feira, que Corinthians e Odebecht chegaram a um acordo para a quitação da dívida referente à construção da arena do clube, a empreiteira confirmou, por meio de nota oficial, a informação divulgada pelo presidente corintiano.

Em recuperação judicial, a Odebrecht prometeu ao Corinthians que repassará ao clube 100% do desconto que terá neste processo junto aos seus credores. Com isso, o Timão resolve a questão com a construtora, e agora, apenas o financiamento com a Caixa fica pendente.

“A Odebrecht confirma que assinou um memorando de entendimentos com o Sport Club Corinthians Paulista que define os termos para solucionar as dívidas do projeto Arena junto à Odebrecht Participações e Investimentos, empresa controlada pela Odebrecht S.A.

Também foi assinado um termo entre a Odebrecht Engenharia e Construção (OEC) e o Sport Club Corinthians Paulista que resulta em quitação mútua entre as partes para a construção da Arena. Os termos destes acordos são protegidos por cláusula de confidencialidade”, diz a nota oficial, que foi inicialmente publicada pelo jornalista Marco Bello Junior.

O Conselho pediu acesso ao documento, e após análise, a Comissão Fiscal percebeu que, na verdade, trata-se de uma espécie de carta de intenção, e não de um acordo já assinado. O documento, portanto, é um recurso de segurança, garantindo que a empreiteira está comprometida a cumprir os termos assim que a questão judicial seja resolvida.

Na última reunião do Conselho Deliberativo, em agosto desse ano, Andrés Sanchez já havia afirmado que a dívida residual do Corinthians com a Odebrecht ficaria entre R$130 milhões e R$160 milhões. Antes do acordo, a empresa afirmava que tinha R$800 milhões a receber do Alvinegro, mas com o repasse de todos os CIDs à empreiteira, além de descontos quanto a partes da obra não realizadas ou mal realizadas pela Odebrecht, o valor caiu.

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.