Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

Futebol

Novo sistema do Vasco tem influências de Chelsea, Holanda e Itália

20 AGO 2017Por GloboEsporte.com06h:00

Pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro, o Vasco vai começar uma partida com três zagueiros. Isso não significa que o torcedor verá a todo momento a equipe no 3-5-2 diante do Bahia, na Fonte Nova, no domingo.

A aposta de Milton Mendes é numa versão atualizada do esquema tático, que ressurgiu com força na Europa na última temporada e virou inspiração para o técnico cruz-maltino.

O "mutante" Chelsea
 

Em voga no Brasil no início do século, o 3-5-2 e suas variações caíram em desuso a partir da valorização do 4-2-3-1, o novo esquema da moda. Entretanto, na última temporada europeia, o Chelsea foi campeão inglês após seu novo técnico, Antonio Conte, abolir a convenção e apostar nos três zagueiros.

A nova versão, porém, é diferente. Exige-se mais funções por parte dos atletas. Os alas, por exemplo, não têm a tão propagada liberdade para atacar que era justificativa para usar o esquema, por exemplo, na seleção brasileira campeã do mundo em 2002. Pelo contrário: além de defenderem numa linha de cinco zagueiros, eles também precisam virar pontas.

- O 3-5-2 é um modelo que eu sempre gostei. Gosto muito do futebol holandês. O Van Gaal e o Mourinho, para mim, são os melhores taticamente da atualidade. O Conte, italiano... A escola italiana é muito rígida na tática. Acho interessante essa mescla do futebol tático italiano com as variações da escola holandesa e as transições rápidas do futebol inglês.

Milton começou a treinar o Vasco com três zagueiros nas semanas que antecederam o Campeonato Brasileiro. Depois, chegou a descartar utilizar o sistema. Agora, com Breno e Anderson Martins no elenco, mudou de ideia. A partida contra o Bahia será o ponto de partida para saber se a nova formação pode mudar a história do time na competição.

Leia Também