Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 16 de janeiro de 2019

ESTADUAL 2019

Novo confirma polêmico ex-meia de Santos e Corinthians como técnico para 2019

7 JAN 2019Por RAFAEL RIBEIRO09h:28

Conforme negociações iniciadas em dezembro, o Novo confirmou neste final de semana o ex-meia Piá como o seu treinador para a edição deste ano do Campeonato Estadual.

Segundo o site 'Gazeta MS', o novo elenco do clube campo-grandense já treina desde o final de semana na Capital, após acerto de parceria entre a diretoria com uma empresa de São Paulo.

Com a chegada de Piá, todos os clubes que disputarão a competição estadual agora já têm seus técnicos confirmados.

De acordo com a postagem feita em redes sociais, é informado que Piá e o elenco do Novo já treina junto "há três semanas." Porém não são revelados os nomes dos jogadores comandados pelo ex-meia e onde aconteciam esses treinamentos.

Depois de disputar a Série D do último ano com um time de aluguel em parceria com o empresário de jogadores César Soler, o Novo volta a planejar suas coisas às vésperas da estreia. 

Na ocasião, a base de atletas que desembarcou em Campo Grande foi a do Nacional, tradicional clube da capital paulista que quase subiu para a elite do Paulistão. Aqui, contudo, o clube não conseguiu passar da primeira fase da quarta divisão nacional.

Piá teve passagem polêmica com a camisa corinthiana

O Correio do Estado revelou em dezembro as tratativas entre Novo e Piá. Inicialmente, o ex-meia viria junto com o ex-atacante Evair, ídolo do Palmeiras, como membro da comissão técnica. Vazou à época negociações da diretoria do clube campo-grandense para ter atletas não utilizados pelo Palmeiras, time paulista mais rico do País. O clube negou as informações.

Polêmico, o agora treinador jogou por clubes como Ponte Preta, Santos, Corinthians e Portuguesa é mais conhecido pela conturbada vida fora dos gramados, ainda quando jogador.

Em 1999, ainda atuando, foi indiciado como co-autor do assassinato de um mecânico, em uma lanchonete de Limeira (SP). A acusação era que Piá teria sido o responsável por dar a ordem para um primo pegar o revólver em seu carro e atirar na vítima. Ele foi absolvido da acusação.

Depois de pendurar as chuteiras, o ex-meia foi detido em flagrantes mais três vezes no interior de São Paulo, todas por tentativas de estourar caixas eletrônicos.

Respondendo processos em liberdade, pelo bom comportamento, Piá tenta a reabilitação com o futebol. Chegou a ser treinador do Independente de Limeira.

Piá terá cerca de dez dias para ajustar o time que começa o Estadual. O Novo estreia no próximo dia 20, às 10h (de MS), nas Moreninhas, contra o Urso. 

Piá foi preso ao menos três vezes por roubos de caixas eletrônicos após pendurar as chuteiras
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também