Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FUTEBOL 2018

MPE libera Morenão para uso na Série B do Estadual, que tem início adiado

Rotina: mais uma vez competição no Estado é adiada por falta de estádios

23 OUT 18 - 15h:10RAFAEL RIBEIRO

Virou rotina os torcedores sul-mato-grossenses acompanharem aflitos antes do início das competições oficiais do Estado o drama para um elemento essencial para a prática do futebol: estádio. Ao menos em Campo Grande, contudo, a notícia foi positiva: o Ministério Público Estadual liberou o Estádio Morenão para a realização dos jogos da Série B do Estadual, desde que com capacidade até 10 mil pessoas.

Através de informe em seu site oficial, a Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) confirmou a liberação do setor de arquibancadas cobertas para os torcedores. O laudo vale até o dia 8 de dezembro

Um problema a menos para o time das Moreninhas, representante campo-grandense da competição, já que o Estádio Jacques da Luz, no parque de mesmo nome, no mesmo bairro, na região sul, apesar de reformado pela prefeitura com custos de quase R$ 1 milhão em parceria com o Novo, outro time interessado em jogar no local, segue sem liberação do MPE desde o início do ano.

Principal palco do futebol local, o Morenão está liberado para a última competição oficial do ano (Valdenir Rezende/Correio do Estado)

Com isso, de acordo com a federação, a Série B pode enfim sem disputada. O início oficial da competição estava previsto para o dia 27 de outubro. Mas a própria entidade já adiou a primeira rodada para o dia 3 de novembro. E aí que existe outro problema.

Dois jogos estão previstos para a jornada inicial. Coxim e Maracaju se enfrentam às 15h no Estádio André Biorges, liberado. Mas Aquidauanense e Moreninhas está indevinido. Isso porque o Estádio Noroeste teve seus lados reprovados.

Na nota divulgada em seu site, a federação diz que o prazo é até esta terça-feira (23), visto que o Estatuto do Torcedor prevê dez dias de antecedência para a marcação do jogo. Ou seja, o confronto pode ser adiado.

No total, sete clubes confirmaram participação, sendo quatro deles campeões estaduais da Série A: Ubiratan (de Dourados), Coxim, Serc (de Chapadão do Sul) e Ivinhema.

Com o formato de pontos corridos, mas com um turno apenas, os dois primeiros colocados sobem para a divisão de elite em 2019. Maracaju, Moreninhas (de Campo Grande) e Aquidauanense completam a lista de participantes.

De acordo com o regulamento estabelecido no conselho arbitral, cada clube fará três jogos em casa e três jogos fora. Por conta do número ímpar, um time obrigatoriamente descansará a cada jornada. O torneio vai até o dia 10 de dezembro. 

O drama do torcedor sul-mato-grossense com seus estádios é anual. Nesta temporada, por exemplo, os jogos foram realizados com portões fechados, por conta dos problemas em se obter a liberação da Promotoria, entre 24 de janeiro e 8 de fevereiro. Partidas sem a presença de público ou até com mando de jogos em outras cidades também foram comuns no interior.

Antes da abertura da Série D, novamente os torcedores também tiveram problemas e às vésperas da estreia do Novo na competição é que o Morenão foi liberado para o público.

Confira a tabela da Série B do Estadual:

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Operário e Corumbaense conhecem tabela detalhada da 1ª fase
SÉRIE D

Operário e Corumbaense conhecem tabela da 1ª fase

Com sorteio de prêmios, Circuito Sul-mato-grossense “abre contagem”
CAMPEONATO MS

Circuito de boxe “abre contagem”com premiação

Operário descarta <BR>Morenão para Série D
SEM TETO

Operário descarta
Morenão para Série D

VANTAGEM

Gabriel defende Flamengo agressivo no ataque diante do Vasco

Mais Lidas