FUTEBOL

Mano vê Cruzeiro e Atlético-MG em igualdade no domingo

Segundo Mano Menezes, a essência do clássico é “inalterável”
12/09/2015 14:35 - GAZETA ESPORTIVA


 

Nada menos que 20 pontos separam Cruzeiro e Atlético-MG, adversários no clássico de domingo, às 16 horas (de Brasília) no Mineirão. Em 13º na tabela do Brasileirão, o time cruzeirense está um ponto acima da zona do rebaixamento e briga contra o descenso, enquanto que o Galo, vice-líder, traça planos para assumir a ponta ao final da rodada.

As situações são bastante divergentes, mas para Mano Menezes elas não entrarão em campo no domingo. Para o treinador celeste, a essência do clássico é inalterável e independe da classificação dos times na classificação.

“Se ambos os times não estivessem disputando coisas tão importantes nessa hora, o clássico ainda sim seria grande. O Atlético está disputando a ponta da tabela, o Cruzeiro está hoje trabalhando para sair da situação em que se colocou, mas independentemente disso, a importância do clássico já ia estar preservada. Digo que é um campeonato quase que à parte, seja qual forem as colocações das equipes”, avaliou o treinador.

“Certamente Cruzeiro e Atlético farão um clássico com alternâncias, os jogos grandes são assim. A responsabilidade fica muito repartida. Eles nos atacam, nós atacamos. Nós nos defendemos e eles se defendem. Quem fizer melhor irá construir a vitória e espero que seja a gente”, completou.

Até esta sexta-feira, mais de 40 mil cruzeirenses garantiram entrada para clássico deste domingo. O treinador cruzeirense agradeceu o apoio do torcedor mesmo em momento complicado da equipe e reforçou o objetivo do time de retribuir o carinho da torcida com uma vitória sobre o grande rival.

“O mais importante é o carinho, o apoio do nosso torcedor. Tínhamos uma expectativa muito boa, mas, como sempre, o torcedor a superou. Esperamos fazer um grande clássico, bem jogado e limpo, como o torcedor quer ver e é para isso que vou preparar o Cruzeiro. Nós queremos dar a ele motivos de sobra para ir ao Mineirão e voltar para casa contente. Este é o nosso objetivo”, afirmou.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".