Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

LIBERTADORES

Lima terá efetivo de 10 mil agentes durante decisão entre Flamengo e River Plate

21 NOV 19 - 06h:00ESTADÃO CONTEÚDO

A Polícia Nacional do Peru (PNP) anunciou um grande esquema de segurança que colocará 10 mil homens nas ruas de Lima e dois helicópteros durante a final única da Copa Libertadores, entre Flamengo e River Plate, que acontece neste sábado, às 17 horas (de Brasília), no Estádio Monumental.

Em coletiva de imprensa, o chefe da Região Policial de Lima, Herbert Ramos, informou que a ampliação do efetivo ocorre porque na mesma data estão programados outros cinco eventos - quatro deles musicais e uma corrida de rua - com grande presença de público.

Ramos indicou que 4 mil desses agentes estarão concentrados na segurança dentro e

fora da praça esportiva que recebe a partida decisiva do torneio continental. É a mesma quantidade de policiais que estiveram na final da Libertadores de 2018, entre River e Boca Juniors, realizada no Santiago Bernabéu, em Madri.

Estarão em ação agentes de trânsito, de operações especiais, de investigações criminais, Polícia Montada e Polícia com Cães, entre outros. A PNP também anunciou que está em contato direto com as forças de segurança do Brasil e da Argentina para obter dados de torcedores que tenham antecedentes criminais.

O esquema montado também fará a triagem de torcedores seguindo uma lei peruana que proíbe a entrada em estádios de pessoas com óculos escuros, bonés, cintos e correntes. Pessoas em estado de embriaguez ou que se neguem a realizar exame de bafômetro também não terão acesso permitido.

A final entre Flamengo e River Plate foi transferida para Lima assim que a Conmebol decidiu retirar o evento de Santiago devido aos incessantes e intensos protestos que ocorrem desde outubro nas ruas da capital chilena, onde o clima é tenso por causa das manifestações contra o governo local.

É a segunda vez consecutiva que uma partida decisiva de Libertadores tem sua sede modificada. No ano passado, o duelo de volta da final entre River e Boca Juniors acabou tendo lugar em Madri após torcedores do River apedrejarem o ônibus do rival, a caminho da partida no Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. O time de Marcelo Gallardo acabou sendo campeão ao vencer por 3 a 1 na capital espanhola.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Brasil encerra Jogos de Inverno da Juventude com 11º lugar como melhor resultado
SUÍÇA

Brasil encerra Jogos de Inverno da Juventude com 11º lugar como melhor resultado

Lucas Veríssimo sofre lesão no joelho e desfalca o Santos na estreia do Paulistão
FUTEBOL

Lucas Veríssimo sofre lesão no joelho e desfalca o Santos na estreia do Paulistão

Na estreia no Carioca, Vasco só empata com o Bangu e decepciona a torcida
FUTEBOL

Na estreia no Carioca, Vasco só empata com o Bangu e decepciona a torcida

Tiago Nunes mira estreia e diz que Corinthians pode ser tetra estadual
PAULISTÃO

Tiago Nunes mira estreia e diz que Corinthians pode ser tetra estadual

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião