Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

FUTEBOL 2019

Libertadores sobra o prêmio para campeão, mas continua distante da Champions

9 ABR 19 - 21h:00ESTADÃO CONTEÚDO

A Comenbol anunciou em dezembro de 2018 que para o ano de 2019 o prêmio para o campeão da Copa Libertadores da América será de US$ 12 milhões, exatamente o dobro do que o River Plate ganhou pelo título naquele ano. Porém, este crescimento apenas torna mais evidente o abismo financeiro que separa o futebol da principal competição da América do Sul e da principal competição do futebol europeu, a UEFA Champions League.

Os números divulgados pela UEFA para a sua temporada 2018-19 são muito maiores. Para este ano somente por chegarem à final as equipes já irão receber € 15 milhões, com mais 4 milhões de euros pagos ao campeão. Levando em consideração as cotações das moedas em abril de 2019 o campeão da Libertadores ganharia algo em torno de R$ 46 milhões, enquanto o campeão da UEFA Champions League ficaria quase com o dobro, com R$ 82 milhões.

Este abismo fica ainda mais evidente quando são comparados os valores acumulados durante as competições. Uma equipe que comece a disputa da Libertadores na fase de grupos pode acumular até o título algo em torno de US$ 18 milhões, quase R$ 72 milhões.

Para a UEFA Champions League esta conta é um pouco mais complicada, já que a distribuição dos prêmios depende da equipe e de seu desempenho. Cada participante recebe como cota mínima para participação € 15,25 milhões e o restante é definido por desempenho, posicionamento do ranking da UEFA e por questões do mercado.

Com isso o campeão pode receber no mínimo € 67,358 milhões, pouco mais de R$ R$ 291 milhões. Este valor leva em consideração o que a equipe de pior ranking na UEFA ganharia caso conquistasse o título, o que mostra que o valor pago ao campeão pode ser bem maior.

Esta diferença de faturamento das equipes tem reflexo dentro de campo. Um bom exemplo é o Mundial de Clubes da FIFA, onde nas 15 edições disputadas até aqui em apenas quatro o campeão veio da América do Sul. E o Mundial de Clubes da FIFA é um bom termômetro para isso. Das 15 edições do torneio realizadas até aqui em apenas 4 delas o campeão veio da América do Sul.

Desde 2012 quando o Corinthians derrotou o Chelsea e ficou com o título nenhuma outra equipe sul-americana conquistou o troféu e segundo as cotações de sites de apostas esportivas, como por exemplo o Betz Club, as chances de um sul-americano superar um europeu na disputa são cada vez menores.

Também levando em consideração as cotações do site Betz Club, que nesta temporada oferece R$ 20 grátis para que seus novos clientes façam sua primeira aposta esportiva, os favoritos ao título na América do Sul e na Europa são respectivamente Palmeiras e Manchester City, o que mostra como o poder de investimento de ambas as equipes é importante para a obtenção deste favoritismo e o quanto esta diferença ainda tende a crescer nos próximos anos com o  faturamento dos clubes de ambos os continentes.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Operário e Corumbaense conhecem tabela detalhada da 1ª fase
SÉRIE D

Operário e Corumbaense conhecem tabela da 1ª fase

Com sorteio de prêmios, Circuito Sul-mato-grossense “abre contagem”
CAMPEONATO MS

Circuito de boxe “abre contagem”com premiação

Operário descarta <BR>Morenão para Série D
SEM TETO

Operário descarta
Morenão para Série D

VANTAGEM

Gabriel defende Flamengo agressivo no ataque diante do Vasco

Mais Lidas