Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NOS ACRÉSCIMOS

Joinville vence mas segue na zona de rebaixamento

Clube catarinense venceo o Fluminense por 2 a 1
23/08/2015 17:31 - Terra


 

O Joinville conseguiu importante resultado ao vencer por 2 a 1 o Fluminense, neste domingo, na Arena Joinville. Mesmo com o triunfo, os catarinenses seguem na zona de rebaixamento, com 16 pontos. Já o Fluminense permanece com 36, ainda no G4 do Campeonato Brasileiro.

Após um primeiro tempo sem gols, o Fluminense abriu o placar com Cícero na segunda etapa. Na parte final, o Joinville conseguiu a virada com gols de Mário Sérgio e Marlon, contra, já nos acréscimos.

Na próxima rodada, o Fluminense terá pela frente o Atlético-MG, no domingo, no Maracanã. No mesmo dia, o Joinville vai até a capital paulista para enfrentar o Palmeiras.

O jogo - Ainda nos primeiros minutos, o Fluminense viu o atacante Fred sentir uma lesão e deixar o campo. Mesmo assim, os cariocas tiveram a primeira boa chance da partida, aos dez minutos. Após cobrança de escanteio, Edson cabeceou sozinho, mas colocou para fora.

O confronto seguia equilibrado, com as duas equipes em busca do ataque. No entanto, somente aos 21 minutos, o Joinville criou sua primeira chance. Após cruzamento, Edigar Junior cabeceou, mas Julio Cesar estava atento para fazer a defesa. A resposta do Fluminense veio três minutos depois. Lucas Gomes lançou Wellington Paulista na área. O atacante chutou, mas viu Agenor salvar os donos da casa com grande defesa.

O Joinville não se intimidou e voltou a criar boa chance de abrir o placar aos 30 minutos. Edigar Junio chegou na linha de fundo e cruzou para William Popp. Só que o meia tentou de peixinho a finalização e colocou para fora.

Nos minutos finais, o Fluminense ainda colocou uma bola na rede, mas o gol foi anulado por marcação de impedimento. Assim, o duelo foi para o intervalo sem alteração no placar na Arena Joinville.

No segundo tempo, o Fluminense já iniciou tendo uma boa chance com Lucas Gomes, mas o atacante parou em defesa de Agenor. Os cariocas seguiram tendo o domínio da partida, mas pouco incomodavam a zaga adversária. Mesmo em casa, o Joinville não conseguia armar boas jogadas.

De tanto dominar, os cariocas chegaram ao gol aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio, Cícero se antecipou a Agenor e cabeceou para a rede.

Mesmo após o gol, os visitantes seguiram melhores em campo. Tanto que aos 32 minutos, Lucas Gomes recebeu lançamento, passou por um zagueiro, mas finalizou mal quando estava de frente para o goleiro Agenor.

Como no ditado, quem não faz, leva. Aos 35 minutos, após boa troca de passes, a bola é tocada para Mário Sérgio. O lateral finalizou sem chance para Julio Cesar para empatar o confronto para o Joinville em Santa Catarina.

Nos minutos finais, as duas equipes tentam a vitória e buscam o ataque. O Joinville foi melhor e conseguiu o gol aos 46 minutos. Após boa jogada de Diego, o lateral cruzou para Edigar Junio. Só que, ao tentar fazer o corte, o zagueiro Marlon acabou colocando para a própria rede para dar números finais a partida.

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!