Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VOLÊI

Já campeão, Brasil atropela Itália e termina invicto campanha no Japão

Já campeão, Brasil atropela Itália e termina invicto campanha no Japão
15/10/2019 20:00 - AGÊNCIA BRASIL


 

Já com o título garantido ontem (14), ao derrotar o Japão, a seleção brasileira masculina de vôlei voltou à quadra na madrugada de hoje (15), apenas para cumprir tabela.  No último embate do torneio, contra a Itália. o técnico Renan Dal Zotto poupou a maioria dos titulares e colocou os reservas em quadra. E eles não fizeram por menos: mantiveram os 100% de aproveitamento e cravaram 3 sets a 0 contra a seleção italiana, parciais de 25/20, 25/22, e 25/15.

Com o triunfo de hoje (15) o Brasil encerrou sua participação em grande estilo: foram 11 vitórias em 11 jogos. A campanha invicta deste ano, que resultou no tricampeonato, repetiu o excelente desempenho da seleção em 2003, quando o time comandado pelo então técnico Bernardinho conquistou pela primeira vez o título, também com 100% de aproveitamento.  O Brasil se sagrou bicampeão em 2007, também com Bernardinho.

Disputado no formato de pontos corridos, a Copa do Mundo reuniu 12 seleções. O Brasil somou 32 pontos, quatro pontos a frente da Polônia, segunda colocada (nove vitórias e duas derrotas).  O terceiro título na competição é, até o momento, a principal conquista do técnico Renan Dal Zotto, desde que assumiu o comando da seleção, em janeiro de 2017.  De lá pra cá, o Brasil sagrou-se campeão no torneio Sul-Americano e na Copa dos Campeões de 2017 e, no ano seguinte, foi vice-campeão da Liga Mundial (atualmente Liga das Nações) e do Campeonato Mundial.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!