Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Futebol

Investigação aponta doping de todo o time russo que disputou Copa de 2014

25 JUN 17 - 20h:00FolhaPress

Uma nova sombra de desconfiança envolvendo o doping está para atingir o esporte russo. Uma investigação do jornal inglês "Daily Mail" denuncia que todos os membros do time de futebol que disputou a Copa do Mundo no Brasil em 2014 fizeram uso de substâncias proibidas -quatro jogadores daquele time atuaram pelo país na Copa das Confederações de 2017.

Maksim Kanunnikov, Denis Glushakov, Igor Akinfeev e Aleksandr Samedov são os jogadores da seleção russa que disputaram a Copa das Confederações e que também fizeram parte da equipe do país no Mundial. Após uma prévia em sua versão online, o "Daily Mail" promete divulgar a investigação completa em sua edição de domingo.

Segundo o jornal inglês, a Fifa já conta com um dossiê que traz essas denúncias. O "Daily Mail" alega que os jogadores que disputaram a Copa fazem parte de um grupo de cerca de mil suspeitos em todo o esporte da Rússia -incluindo todos os membros que defenderam o time nacional na Copa de 2014.

O esporte russo vem lidando com um histórico recorrente de escândalos de doping, que afetam a imagem do país desde os tempos da União Soviética. No último ano, 111 atletas foram proibidos de representar o país na Olimpíada do Rio de Janeiro, incluindo toda a equipe de atletismo, em razão de evidências de envolvimento com substâncias proibidas.

O veto veio após uma extensa investigação conduzida pela WADA (sigla em inglês para Agência Mundial Antidoping). O órgão concluiu que o ministério do Esporte russo controlava um amplo sistema que encobertou dezenas de testes positivos de atletas do país. O ápice do esquema teria acontecido na disputa dos Jogos de Inverno de 2014, em Sochi.

Agora, as novas suspeitas sobre o futebol do país devem esquentar o clima de preparação da Rússia para receber a Copa do Mundo do próximo ano.

ANFITRIÕES ELIMINADOS

Antes da aparição de um novo escândalo de doping, a seleção russa amargou uma incômoda eliminação ainda na primeira fase da Copa das Confederações.

Neste sábado (24), o time da casa foi batido pelo México por 2 a 1, de virada, e não conseguiu vaga para as semifinais. A campanha dos anfitriões também contou com revés para Portugal e apenas uma vitória, sobre a Nova Zelândia. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ANOS 90

Com torneio como opção por vagas no Mundial, CBF é contra volta da Supercopa

Torneio reunia os campeões da Copa Libertadores
"Pra que eu teria dez Ferraris? Prefiro ajudar meu povo", diz jogador do Liverpool
SADIO MANÉ

"Pra que eu teria dez Ferraris? Prefiro ajudar meu povo", diz jogador do Liverpool

Maracanã vai sediar a final da Copa Libertadores de 2020
FUTEBOL 2019

Maracanã vai sediar a final da Copa Libertadores de 2020

FUTEBOL 2019

À espera de Coudet, Inter visita o Avaí para voltar a vencer no Brasileiro

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião