Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

terça, 19 de fevereiro de 2019 - 01h41min

COPA DO BRASIL 2019

Gustagol evita vexame e Corinthians avança com empate em Londrina

7 FEV 19 - 22h:15RAFAEL RIBEIRO

O Corinthians mais uma vez jogou mal e foi por vezes dominado pelo Ferroviário, campeão da Série D do Campeonato Brasileiro em 2018. A sorte (e competência) do Alvinegro foi ter em seu quadro o centroavante Gustagol, autor dos dois gols dos paulistas na partida, ambas as vezes tirando a vantagem dos cearenses. O placar final foi 2 a 2, com gols de Edson Cariús para o Ferrão, em partida disputada na cidade de Londrina, com mando vendido pelo clube de Fortaleza.

A igualdade deu a vaga ao Timão devido ao regulamento da primeira fase da Copa do Brasil, que dá ao time visitante, mais bem ranqueado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a vantagem de empatar para seguir ao duelo seguinte.

O clube do Parque São Jorge agora espera o vencedor do duelo entre Avenida-RS e Guarani, marcado para a quarta-feira da semana que vem, dia 13 de fevereiro, em Santa Cruz do Sul. Os paulistas têm a vantagem do empate. Não há data marcada para o embate.

Ferroviário dá trabalho ao Corinthians

O jogo começou com o Alvinegro trabalhando a bola na defesa e empurrando o time cearense para o seu campo, apostando em um duelo de maior criatividade do que o apresentado contra o Palmeiras. A estratégia quase deu resultado quando Henrique aproveitou que o rival ignorou sua capacidade de criar, ficou livre e lançou para Gustagol. O centroavante ajeitou para Love, que pegou de primeira e mandou por cima do gol.

A chance pareceu assustar o Ferrão, que não conseguiu sair da retaguarda até os 15 minutos, quando uma sucessão de erros corintianos possibilitou isso. Manoel dominou mal a bola no ataque, perdeu na corrida e não evitou o cruzamento. Henrique não afastou e Cariús recolocou a redonda na área.

Fagner tirou parcialmente, mas Janeudo e mandou na cabeça de Enercino, que subiu mais alto que Manoel e acertou a trave de Cássio. A bola correu em cima da linha e Cariús dividiu com Henrique para abrir o placar. O esforço dos cearenses, porém, se esvaiu quando Gleibson parou cabeçada de Manoel e, impressionantemente, não conseguiu controlar a bola, deixando a viva para Gustagol empatar o duelo.

O 1 a 1 não tranquilizou o Timão, que quase foi vazado em mais um vacilo da zaga, deixando Cariús livre para chutar de primeira e mandar para fora. Insegura, a dupla Henrique e Manoel sofreu com as investidas até o intervalo, ainda que os “mandantes” não tenham criado mais lances de perigo. Na frente, o Corinthians sofreu com a má atuação do trio Ramiro, Sornoza e Jadson, sem oportunidades.

Gustagol ao resgate, mais uma vez

Mesmo com a atuação abaixo da crítica na etapa inicial, o técnico Fábio Carille confiou nos mesmos atletas para retornar aos 45 minutos finais, pensando em um ajuste tático. O problema, no entanto, voltou a ficar grande aos nove, quando a zaga manteve seu nível de erros, Manoel deixou Cariús livre de marcação para finalizar e viu o centroavante mandar no canto de Cássio, sem chances de defesa.

Carille rapidamente acionou Mateus Vital para mexer na disposição da sua equipe, mas contou com o excelente momento de Gustagol para evitar o desespero. Depois de bola mal afastada pela defesa, Sornoza tocou de cabeça e achou o centroavante na área. Mesmo com o pé esquerdo, o camisa 19 acertou lindo chute, no ângulo de Gleibson, e deixou tudo igual.

O treinador corintiano rapidamente utilizou suas outras alterações, mandando a campo Pedrinho e Boselli nos lugares de Vagner Love e Gustagol, visivelmente cansados. Os lances de perigo, no entanto, seguiram saindo para o Ferroviário, que só não fez 3 a 2 aos 25 minutos porque Cássio praticou um milagre em chute cruzado de Enercino, dentro da área.

O domínio físico e tático dos cearenses foi tamanho que o Timão passou a ganhar tempo sempre que pôde, fosse nos laterais ou nos tiros de meta cobrados por Cássio. O alento do ataque foi que Boselli conseguiu segurar uma ou outra bola na frente, gastando alguns minutos e deixando a defesa respirar. A torcida chiou e até vaiou, mas a vaga ficou com os paulistas.

FICHA TÉCNICA
FERROVIÁRIO-CE 2 X 2 CORINTHIANS

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data: 7 de fevereiro de 2019, quinta-feira
Horário: 21h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Luciano Roggenbaum e Luiz H Souza Santos Renesto (PR)
Público: 19.316 pagantes
Renda: R$ 894.340,00
Cartões amarelos: Mazinho, Luis Fernando e Da Silva (Ferroviário)
Gols:
FERROVIÁRIO: Edson Cariús, aos 15 minutos do primeiro e aos nove minutos do segundo tempo
CORINTHIANS: Gustagol, aos 20 minutos primeiro e aos 11 minutos do segundo tempo

FERROVIÁRIO-CE: Gleibson; Gustavo, Da Silva, Luis Fernando e Fernandes (Jean); Mazinho, Leanderson (Emerson Catarina), Janeudo e Enercino (Isaac Prado); Edson Cariús e Klenisson
Técnico: Marcelo Vilar

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Manoel, Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Ramiro (Mateus Vital), Sornoza e Jadson; Love (Pedrinho) e Gustagol (Boselli)
Técnico: Fábio Carille

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

FUTEBOL 2019

STJD suspende resultado de Aparecidense x Ponte na Copa do Brasil até julgamento

Cuca diz que pretende antecipar início do trabalho no São Paulo
FUTEBOL 2019

Cuca diz que pretende antecipar início do trabalho no São Paulo

Santos adota cautela em negociações para ter Pato
FUTEBOL 2019

Santos adota cautela em negociações para ter Pato

Na Moldávia, lutador de MS é finalizado e perde invencibilidade
MMA

Na Moldávia, lutador de MS é finalizado e perde invencibilidade

Mais Lidas