Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORRENDO ATRÁS

Grêmio vira contra a Ponte Preta <br>e diminui diferença para o líder

Grêmio vira contra a Ponte Preta <br>e diminui diferença para o líder
16/07/2017 18:18 - FOLHAPRESS


 

O Grêmio voltou a vencer em casa no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (16), o time gaúcho sofreu diante de uma Ponte Preta retrancada e até saiu atrás, mas Lucas Barrios marcou duas vezes e decidiu o confronto válido pela 14ª rodada.

O Grêmio vinha de duas derrotas em seu estádio na competição. Corinthians e Avaí foram os algozes da equipe de Renato Gaúcho, que, agora, encurtou a distância para a liderança do Brasileiro.

No início da rodada, a diferença entre Grêmio e Corinthians era de 10 pontos. Com o empate do Corinthians diante do Atlético-PR, neste sábado, no Itaquerão, agora oito pontos separam líder e segundo colocado.

A vitória também encerrou um trauma do Grêmio com pênaltis e em seu estádio. Exatamente nas duas derrotas anteriores, o time tricolor desperdiçou cobranças diante Corinthians e Avaí, com Luan e Edílson, respectivamente.

O Grêmio sofreu no primeiro tempo por conta da postura da Ponte Preta e de seus próprios erros. Sem profundidade, o time tricolor girou na frente da área e foi para o intervalo com apenas duas finalizações no gol. Nem o apoio dos laterais ajudou o time gaúcho a ter superioridade no terço final.

Para piorar, ainda viu os vice-campeões paulistas saírem na frente com um gol contra de Rafael Thyere, aos 35min.

O segundo tempo foi diferente. Mais efetivo, o Grêmio andou sobre a linha tênue da velocidade e afobação. Conseguiu o empate após boa jogada de Pedro Rocha e conclusão de Barrios.

A virada veio aos 26min, em cobrança de pênalti de Barrios. O resultado obrigou a Ponte Preta a sair e tornou o duelo perfeito para a proposta do time de Renato Gaúcho. Com espaços, Luan cresceu e iniciou bonita jogada que terminou com Everton e o terceiro gol.

Com o tropeço, a Ponte Preta segue em má fáse no Brasileiro. A equipe de Campinas só ganhou um ponto nas últimas cinco rodadas e ocupa a 16ª colocação, com 15 pontos, já sofrendo com o risco de entrar na zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO
Marcelo Grohe; Edílson, Rafael Thyere, Geromel, Bruno Cortez; Michel, Arthur (Fernandinho), Ramiro; Luan, Lucas Barrios (Marcelo Oliveira), Pedro Rocha (Everton). T.: Renato Gaúcho

PONTE PRETA
Aranha; Nino Paraíba, Marllon, Rodrigo, Jeferson; Fernando Bob (Jean Patrick), Jádson (Felipe Saraiva), Naldo, Renato Cajá (Negueba); Lucca, Émerson Sheik. T.: Gilson Kleina

Estádio: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Público: 21.133 pessoas (19.292 pagantes)
Renda: R$ 677.199,00
Juiz: Claudio Francisco Silva (SE)
Cartões amarelos: Edilson (Grêmio); Emerson Sheik, Jeferson (Ponte Preta)
Gols: Rafael Thyere (contra) (Ponte Preta), aos 34min do primeiro tempo; Lucas Barrios (Grêmio), aos 11min e aos 25min, e Everton (Grêmio), aos 43min do segundo tempo

Felpuda


Alguns políticos estão se aproveitando deste momento preocupante de pandemia para sugerir projetos oportunistas que, em alguns casos, são de resultados extremamente duvidosos. O mais interessante – para não dizer outra coisa – é que se for analisado o desempenho normal dessas figuras, verifica-se que essa preocupação toda nunca esteve no topo das suas prioridades. Ano eleitoral é assim mesmo. Lamentável!