Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 22 de setembro de 2018

Campeonato Gaúcho

Grêmio joga para gasto, vence
Juventude e respira no Gauchão

4 MAR 2018Por Terra18h:38

Em 90 minutos, o Grêmio não só deixou de vez a zona de rebaixamento do Campeonato Gaúcho como chegou à zona de classificação para a segunda fase. Neste domingo, os comandados de Renato Gaúcho não apresentaram um grande futebol, mas contaram com o erro do goleiro Matheus e a boa partida de Madson para vencer o Juventude por 2 a 0 e ultrapassar o adversário na tabela de classificação.

Depois de um primeiro tempo com uma chance para cada lado, o Grêmio voltou para a segunda etapa mais ofensivo, disposto a vencer e pressionando a saída de bola do Juventude. No primeiro minuto, porém, Jael contou com o erro do goleiro no drible e abriu o placar. Na sequência, Madson recebeu de Ramiro e fez o segundo em uma das poucas jogadas coletivas bem construídas da segunda etapa.

Dando sequência ao Gauchão, o Tricolor enfrenta o São Paulo, lanterna da competição, na próxima quarta-feira com a possibilidade de garantir uma vaga na segunda fase. No dia seguinte, o Juventude viaja até o Passo D'Areia para medir forças contra o São José.

O JOGO

Juventude e Grêmio protagonizaram um primeiro tempo de muita disputa, mas de poucas chances efetivas de gol. Com dificuldades na criação das jogadas, os dois times abusaram dos lançamentos e das jogadas aéreas, mas sem perigo para os dois goleiros, que foram meros espectadores em grande parte da partida. Característica dos comandados de Renato Gaúcho na última temporada, a transição ofensiva apareceu em poucos momentos.

Depois de 15 minutos de muita disputa no meio-campo e sistemas defensivos bem postados, o Grêmio tomou a iniciativa e com maior posse de bola e conseguiu ter controle sobre o Juventude. Porém, ainda assim, pouco assustava o goleiro Matheus. A melhor oportunidade do time da casa foi aos 26 minutos, em ótima jogada individual de Caprini, que cruzou nas mãos de Grohe.

Depois de muitos cruzamentos cortados pela defesa rival e bolas sem destino, o Grêmio conseguiu a primeira oportunidade clara aos 40 minutos. Madson fez boa jogada pela lateral e cruzou para Jael. O centroavante não alcançou, mas a bola sobrou livre para Everton, que isolou.

Diante do cenário do primeiro tempo, ficou evidente que apenas um erro ou uma boa jogada individual faria com que algum dos times abrisse o placar. Logo no primeiro minuto da segunda etapa, foi isso que o arqueiro do Juventude concedeu a Jael. Matheus recebeu a bola recuada e tentou driblar o atacante, que o desarmou e ficou livre para abrir o placar.

A vantagem no placar deu mais tranquilidade ao Grêmio, que ainda continuava com dificuldades para criar jogadas. Na primeira com mais espaço e melhor trabalhada, Ramiro recebeu de Maicon, tocou para trás e Madson, sozinho, bateu tirando do goleiro para fazer o segundo gol. Três minutos depois, Hernane, que entrou no lugar de Jael, quase marcou o terceiro de cabeça.

Aos 31 minutos, o Juventude criou sua melhor chance da partida com Guilherme Queiroz. O meio-campista recebeu, girou e conseguiu finalizar para boa intervenção de Marcelo Grohe. Nos minutos finais, o Grêmio passou o tempo trocando passes e contendo as poucas jogadas ofensivas do adversário.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE X GRÊMIO

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Data: 4 de fevereiro de 21018, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Aludino Mocelin (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)

GOLS:

GRÊMIO: Jael, no primeiro minuto do 2ºT; Madson, aos 25 minutos do 2ºT

CARTÕES AMARELOS:

GRÊMIO: Jael

JUVENTUDE: Matheus, Ricardo Jesus

JUVENTUDE: Matheus; Vidal (Ricardo Jesus), Fred, Micael e Mateus Santana; Amaral, Sananduva, Bruninho (Denner), Felipe Matheus; Guilherme Queiroz e Caprini (Jô)

Técnico: Julinho Camargo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Madson, Geromel, Kannemann, Cortez; Maicon (Michel), Jailson, Ramiro, Cícero, Everton (Alisson) e Jael (Hernane)

Técnico: Renato Gaúcho

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também