CAMPEONATO GAÚCHO

Grêmio faz acordo e anuncia rescisão do contrato de Tardelli

Grêmio faz acordo e anuncia rescisão do contrato de Tardelli
16/01/2020 12:50 - ESTADÃO CONTEÚDO


 

A apagada passagem de Diego Tardelli pelo Grêmio chegou ao fim. Nesta quinta-feira, o clube gaúcho anunciou a rescisão do contrato com o atacante de 34 anos, que, assim, fica livre no mercado. O vínculo com o jogador tinha validade até o final da temporada 2021.

"O Grêmio anuncia que alcançou um acordo com o atleta Diego Tardelli para a rescisão de contrato entre as partes e o vínculo se encerra imediatamente. O clube deseja ao jogador sucesso na sequência de sua carreira", afirmou o clube gaúcho em seu perfil no Twitter.

Tardelli chegou ao Grêmio em fevereiro 2019, como principal contratação da equipe para a temporada, mas não conseguiu exibir em campo o que se esperava dele. Demorou a se adaptar, foi reserva nos primeiros meses e só no fim do ano conseguiu adquirir status titular. No total, disputou 47 jogos, com sete gols marcados.

Durante a última temporada, inclusive, teve sua postura criticada publicamente pelo técnico Renato Gaúcho e também por Romildo Bolzan, presidente do clube gaúcho, que no fim de 2019 declarou que Tardelli havia lhe indicado o desejo de sair do Grêmio, algo que agora se concretizou.

O Grêmio não revelou se houve acordo financeiro para acertar a rescisão do vínculo com Tardelli, que retornou ao futebol brasileiro após quatro anos atuando no Shandong Luneng, da China E, livre no mercado, deve entrar na mira de clubes do futebol nacional, onde atuou anteriormente por Atlético Mineiro, com duas passagens de sucesso e status de ídolo, São Paulo, onde iniciou a sua carreira, Flamengo e São Caetano.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".