Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTE

Ginásio esportivo da Vila Almeida vai ser entregue neste sábado

Inauguração se dá cerca de 15 anos após o lançamento da obra
24/08/2019 09:00 - THIAGO GOMES


 

O Centro Esportivo da Vila Almeida será entregue pelo governo do Estado à população neste sábado. A inauguração se dá cerca de 15 anos após o lançamento da obra. Orçada em R$ 1,8 milhão, sendo R$ 856 mil de recursos estaduais, a construção foi retomada em 2016. Localizado na Avenida Engenheiro Amélio de Carvalho Baís, o centro será área de lazer para a população dos bairros vizinhos e de treinamento para atletas e paratletas.  Vai abranger todo o grande Santo Amaro, Canadá, Vila Almeida, Coophatrabalho, Vila Sobrinho, José Abrão e região.

Dos 13 mil m², quatro mil são de área construída, com acessibilidade total. O complexo abriga duas quadras polivalentes, para prática de futsal, handebol, basquetebol e voleibol, além de bloco administrativo, com sala administrativa, sala de atendimento lúdico, depósito, sanitário público, palco, camarim, armários, vestiários, lanchonete, depósito de material de limpeza e 78 vagas de estacionamento.

Morador da Vila Almeida há 35 anos, Adércio Geraldo França, 73, passou 15 anos convivendo com enorme obra inacabada bem em frente a sua residência, na Avenida Engenheiro Américo Bais. “Desde que pararam a obra o local virou abrigo da meninada quem vinha usar drogas”, conta.

Segundo ele, muita gente passou por lá prometendo retomar a obra, mas ninguém cumpriu a palavra. Até que encontrou com o governador em plena campanha no local. Sem a menor cerimônia, Adércio lembra que falou direto para ele que não acreditava mais em político que só promete e não cumpre. “Ele olhou bem pra mim e disse que eu podia ficar tranquilo: ele iria terminar a obra”. Com a simplicidade e franqueza, próprio de quem passou por muitas experiências na vida, ele foi logo explicando que político não gosta de terminar a obra deixada pelo anterior. Por isto se surpreendeu quando os primeiros funcionários chegaram para trabalhar. “Reinaldo foi o primeiro político que honrou com a palavra”, diz, orgulhoso, principalmente porque, segundo ele, a partir de agora até o movimento comercial da região vai crescer.

O benefício vai chegar a milhares de famílias que poderão contar com práticas de atividades físicas, esportivas e lazer. Pessoas de todas as idades poderão usufruir do espaço, gratuitamente, nas diversas atividades disponíveis. E nos horários que as quadras estarão livres, a meninada poderá praticar o esporte que desejar e até brincar no espaço coberto. “Isto representa saúde, entretenimento e cultura para a comunidade”, aponta o Presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, chamando a atenção para as múltiplas possibilidades de uso do Centro Esportivo que tem, inclusive, um palco para apresentações musicais. “Tudo construído dentro das regras de acessibilidade”, ressalta. Segundo ele o Centro era uma prioridade dentro do Programa do Governo chamado “Obra Inacabada Zero”. “É uma vitória para o esporte e para a comunidade”, frisa.

“É uma estrutura aguardada por essa região há muito tempo e que vai democratizar o acesso ao esporte e proporcionar uma transformação social. Temos trabalhado com os jovens para que tenham boas práticas no esporte. O esporte é uma ferramenta social que tira os jovens das drogas e ainda forma talentos. O Centro Esportivo da Vila Almeida também vai garantir momentos de lazer e isso é muito importante, porque quem trabalha também precisa ter os seus momentos de descanso e descontração”, governador Reinaldo Azambuja.

Com o centro esportivo multiuso, moradores poderão escolher atividades como zumba, basquete, ginástica para terceira idade, escolinha de futsal para crianças. Serão 12 professores de educação física prontos para atender a demanda da população, e estará aberto inclusive nos finais de semana. 

 “Tenho certeza que a comunidade fará bom uso do espaço”, atesta o presidente da Fundesporte, destacando  a utilização do espaço pela equipes de atletas universitários e paraolímpicos.  Integrante da equipe “Pantanal sobre Rodas”, o  atleta paraolímpico de basquete, Emanuel Rogério de Oliveira, 43, diz não ver a hora de começar os treinos no centro esportivo. 

Felpuda


Sindicalista defende o fim de mordomias e privilégios dos políticos e dos integrantes de outros Poderes, conforme divulgação feita por sua assessoria. Para ele, está na hora de se colocar um basta nessa situação, questionando, inclusive, o número de parlamentares e de assessores. Entretanto, não demonstra a mesma aversão por aqueles dirigentes de sindicatos que se perpetuam no poder e que comandam mais de uma entidade, assim como ele. Afinal, o exemplo deve vir de casa, né?