Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASILEIRÃO

Fortaleza supera golaço contra, vê goleiro pegar 2 pênaltis e empata com Atlético

21 JUL 19 - 18h:01ESTADÃO CONTEÚDO

Em jogo marcado por homenagens a Adilson, ex-volante atleticano aposentado por problemas no coração, dois jogadores do Fortaleza roubaram a cena no empate por 2 a 2 contra o time misto do Atlético-MG, no estádio Independência, neste domingo, em Belo Horizonte, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro.

De cobertura, Juninho fez golaço contra e abriu o placar em favor dos donos da casa ao tentar recuar a bola para o goleiro de muito longe, quase do meio de campo. Por outro lado, o volante empatou a partida no Horto, de pênalti. Já Felipe Alves brilhou ao evitar a vitória atleticana defendendo pênalti de Luan no fim do jogo. O goleiro também fez uma grande sequência de defesas no segundo tempo. O resultado deixa o Atlético no G4: o time tem 20 pontos e ocupa a quarta posição. Já o Fortaleza fica no 14º posto, com 14 pontos.

O jogo começou bastante movimentado em Belo Horizonte. O placar foi inaugurado com apenas seis minutos. Para o azar de Juninho, seu recuo pelo alto para o goleiro acabou encobrindo Felipe Alves, que não pôde evitar o gol contra.

Apesar da vantagem no marcador, a equipe mandante seguiu em cima e logo conseguiu ampliar. Aos 13, Cazares converteu o pênalti confirmado com o auxílio do árbitro de vídeo. Roger Carvalho deslocou Elias na área e Edina Alves Batista apontou a marca da cal. O VAR confirmou a falta e o Atlético-MG aproveitou, em começo de partida complicado para o Fortaleza.

O primeiro tempo seguiu movimentado, com chances para os dois lados. Alerrando desperdiçou pelo time da casa, enquanto Carlinhos chutou por cima em boa oportunidade para o Fortaleza. Nos acréscimos, Vinícius carimbou a trave de Felipe Alves. 

Na segunda etapa, os anfitriões permitiram o crescimento do time visitante. Antes, porém, Felipe Alves precisou salvar o Fortaleza, praticando três defesas em sequência em chutes de Lucas Hernández, Alerrandro e Cazares. Geuvânio também perdeu boa chance no começo do segundo tempo.

E quem não faz, toma: aos 19, os laterais comandados por Rogério Ceni brilharam para diminuir a desvantagem na capital mineira. Tinga cruzou com maestria da direita e Carlinhos, no alto de seus 1,68m, testou para fazer 2 a 1.

Sete minutos depois, viria o empate. E o segundo gol do Fortaleza teve fortes emoções. Em mais um pênalti confirmado pelo VAR após toque de mão de Ramón Martínez, Juninho foi para a cobrança e converteu, redimindo-se do golaço contra no primeiro tempo. O volante chorou de felicidade após empatar a partida.

Na casa dos 30 minutos, mais emoção em outro pênalti confirmado pelo VAR. Roger Carvalho empurrou Alerrandro, a arbitragem marcou e o árbitro de vídeo confirmou. O centroavante do Atlético foi para a cobrança, mas Felipe Alves fez grande defesa, voando para espalmar no canto esquerdo.

Como se o jogo já não estivesse dramático, a árbitra determinou que o pênalti fosse cobrado novamente, alegando que o goleiro do Fortaleza se adiantou. Felipe Alves tomou amarelo, mas ignorou os contratempos e voltou a defender a cobrança, desta vez executada por Luan, fraca e rasteira, um pouco à direita do centro do gol.

Nos acréscimos, o meia-atacante do Atlético voltaria a decepcionar. Em grande chance na cara do gol, Luan isolou de esquerda, mandando muito por cima da meta de Felipe Alves. Bom para o goleiro, que saiu consagrado da partida. Já Luan teve de ouvir as vaias da torcida no Horto. Antes do apito final, houve uma confusão entre os torcedores, mas sem grandes consequências

O próximo compromisso do Atlético-MG é pelo jogo de ida oitavas de final da Copa Sul-Americana. O time mineiro visita o Botafogo, no Engenhão, na quarta-feira, às 21h30. No próximo fim de semana, a equipe de Rodrigo Santana volta a campo pelo Brasileirão. Visita o Goiás, no Serra Dourada, no domingo, às 19h. No mesmo horário, o Fortaleza recebe o Corinthians, no Castelão.

FICHA TÉCNICA:

ATLÉTICO-MG 2 X 2 FORTALEZA

ATLÉTICO-MG - Cleiton; Guga, Igor Rabello, Réver e Lucas Hernandéz; Jair (Ramón Martínez), Elias, Cazares (Chará), Geuvânio (Luan) e Vinícius; Alerrandro. Técnico: Rodrigo Santana

FORTALEZA - Felipe Alves; Tinga, Quintero, Roger Carvalho e Carlinhos; Araruna, Juninho e Romarinho (Marlon); André Luis (Gabriel Dias), Wellington Paulista e Kieza. Técnico: Rogério Ceni.

CARTÕES AMARELOS - Lucas Hernández (Atlético-MG); Felipe Alves, Quintero e Wellington Paulista (Fortaleza).

GOLS - Juninho (contra), aos seis, e Cazares, aos 13 minutos do primeiro tempo; Carlinhos, aos 19, e Juninho, aos 26 minutos do segundo.

ÁRBITRO - Edina Alves Batista (Fifa/SP).

RENDA - R$ 292.563,00.

PÚBLICO - 16.043 torcedores.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

MS dá largada para projeção no cenário de esporte de aventura
RALLY DOS SERTÕES 2019

MS dá largada para projeção no cenário de esporte de aventura

Anunciado R$ 2,8 milhões para ampliação do bolsa esporte
ESPORTE

Anunciado R$ 2,8 milhões para ampliação do bolsa esporte

Felipe Melo é suspenso por quatro partidas no Campeonato Brasileiro
FUTEBOL 2019

Felipe Melo é suspenso por quatro partidas no Campeonato Brasileiro

Sem criatividade, Corinthians para na defesa do Fluminense na Copa Sul-Americana
COPA SUL-AMERICANA

Sem criatividade, Corinthians empata com Fluminense

Mais Lidas