Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BRASILEIRÃO

Em jogo fraco, Palmeiras cede empate ao Vasco no fim

Em jogo fraco, Palmeiras cede empate ao Vasco no fim
13/08/2017 17:16 - FOLHAPRESS


 

O Palmeiras tinha tudo para vencer, se recuperar e assumir a terceira colocação do Campeonato Brasileiro. Mas um gol do colombiano Manga Escobar, aos 42min do segundo tempo, decretou o empate do Vasco em partida disputada neste domingo, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Com muitos desfalques -Jaílson, Mina, Dudu e Moisés-, o Palmeiras completa duas rodadas sem vitória -havia perdido para o Atlético-PR no domingo passado- e fecha a rodada de abertura do returno na quarta colocação.

Com 33 pontos, o Palmeiras pode até ver o Santos se distanciar. A equipe alvinegra está em terceiro lugar, com 35, e ainda jogará contra o Fluminense, nesta segunda-feira, no Pacaembu, pela 20ª rodada.

Em um jogo fraco tecnicamente, o Palmeiras abriu o placar com gol do colombiano Guerra, aos 31min do segundo tempo, mas não sustentou a vantagem. O gol de Manga Escobar evitou o pior para o Vasco, que só ganhou dois pontos nas últimas quatro partidas. O time carioca ocupa o 12º lugar, com 25 pontos, e se aproxima perigosamente da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Vasco enfrentará o Bahia, na Fonte Nova, no próximo domingo. No mesmo dia, o Palmeiras buscará a reação diante da Chapecoense no Allianz Parque.

VASCO
Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Breno, Ramon; Jean, Wellington (Manga Escobar), Wagner (Nenê), Matheus Vital, Paulinho (Paulo Vitor); Luís Fabiano. T.: Mílton Mendes

PALMEIRAS
Fernando Prass; Jean, Edu Dracena, Luan, Michel Bastos; Bruno Henrique (Keno), Thiago Santos, Tchê Tchê, Guerra (Zé Roberto); Roger Guedes, Deyverson. T.: Cuca

Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Juiz: Paulo Roberto Alves Júnior
Cartões amarelos: Nenê (Vasco); Raphael Veiga (Palmeiras)
Gols: Guerra (Palmeiras), aos 31min, e Manga Escobar (Vasco), aos 42min do segundo tempo

Felpuda


Vereador de Campo Grande fez pronunciamento com forte teor preconceituoso que obviamente não agradou, principalmente as mulheres. A repercussão negativa foi grande e ele teve de ler cobras e lagartos em seu perfil nas redes sociais. Assim, correu para publicar nota de esclarecimento tentando colocar panos quentes e se comprometendo a, já na próxima sessão, solicitar a retirada de sua fala dos chamados “anais da Casa”. Também, pudera!