Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

TÊNIS

Em Guangzhou, Kenin supera Stosur na final e comemora terceiro título da carreira

Com o triunfo na China, a norte-americana deverá subir para 17ª posição

22 SET 19 - 01h:00ESTADÃO CONTEÚDO

Tenista norte-americana de apenas 20 anos, Sofia Kenin pôde comemorar o terceiro título de sua carreira profissional neste sábado, após batalha de 2 horas e 35 minutos em solo chinês. Na grande decisão do Torneio de Guangzhou, a cabeça de chave número 3 superou, de virada, a convidada australiana Samantha Stosur por 2 sets a 1 - com parciais de 6/7 (4/7), 6/4 e 6/4.

Na atual temporada, Kenin também conquistou as taças de Hobart, na Austrália, e Mallorca, na Espanha. Com o triunfo na China, a norte-americana deverá subir da 20.ª colocação para a 17.ª, a melhor de sua carreira até então.

Depois de perder o primeiro set no tie-break, Kenin conseguiu a virada sobre a experiente rival australiana, que já venceu um título de Grand Slam: o US Open de 2011. "Sabia que seria uma partida difícil e precisava deixar tudo em quadra, estou muito feliz por ter vencido", disse a norte-americana, que recebeu elogios de Stosur. "Ela jogou muito bem durante toda a partida e elevou seu nível no segundo e no terceiro sets", avaliou a australiana.

"Vou aproveitar o título e buscar um ótimo final de ano. Foi a primeira vez aqui em Guangzhou e adorei cada minuto. Estou muito feliz com o apoio que recebi de todos os fãs. Além disso, o título torna tudo ainda melhor. Minha próxima meta é tentar ser Top 10 no ano que vem", celebrou Kenin.

NO JAPÃO 

O sábado também foi agitado no Torneio de Osaka. Depois de uma sexta-feira chuvosa, que adiou três das quatro partidas das quartas de final, o dia foi de rodada dupla para a japonesa Naomi Osaka e para a russa Anastasia Pavlyuchenkova, que venceram seus dois jogos e irão decidir o título neste domingo.

Cabeça de chave número 1, Osaka teve Yulia Putintseva como primeira adversária, conquistando a vitória sobre a rival do Casaquistão com um duplo 6/4. Já o primeiro jogo de Pavlyuchenkova também foi decidido com facilidade, com um duplo 6/2 sobre a convidada local Misaki Doi.

Nas semifinais, Osaka superou a belga Elise Mertens por 2 sets a 0, com parciais de 6/4 e 6/1. Depois, Pavlyuchenkova bateu a alemã Angelique Kerber com um duplo 6/3.

Vice-campeã de 2017, a russa venceu Osaka no único encontro anterior entre elas, nas quartas de final de Hong Kong, no mesmo ano. "Eu preciso pensar em fazer as coisas que necessito para tentar ganhar a partida, e não apenas em vencer", projetou a tenista japonesa, quarta colocada no ranking mundial da WTA.

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Zé Ricardo é o novo técnico do Internacional, com contrato até o fim de 2019
FUTEBOL

Zé Ricardo é o novo técnico do Internacional, com contrato até o fim de 2019

Alisson, Firmino e Marquinhos concorrem à Bola de Ouro
FUTEBOL

Alisson, Firmino e Marquinhos concorrem à Bola de Ouro

Mundial abre venda de ingressos em estádios a cinco dias de início
SUB-17

Mundial abre venda de ingressos a cinco dias de início

Mulher de jogador do Palmeiras é agredida por torcedores em saída de estádio
FUTEBOL 2019

Mulher de jogador do Palmeiras é agredida por torcedores em saída de estádio

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião