Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BRASILEIRÃO

Daniel Alves e Juanfran são dúvidas no São Paulo para jogo contra o Cruzeiro

Daniel Alves e Juanfran são dúvidas no São Paulo para jogo contra o Cruzeiro
15/10/2019 06:00 - ESTADÃO CONTEÚDO


Os laterais-direitos Daniel Alves e Juanfran são dúvidas no São Paulo para a partida contra o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 21 horas, no Mineirão, pelo Campeonato Brasileiro. Daniel Alvces estava com a seleção nos amistosos em Cingapura e retorna nesta terça, enquanto o espanhol desfalcou o time por causa de desgaste muscular.

Na reapresentação do elenco nesta segunda, no dia seguinte à vitória por 1 a 0 sobre o Corinthians, Juanfran e o atacante Toró, em recuperação de lesão muscular, fizeram exercícios no gramado sob os cuidados dos fisioterapeutas e dos preparadores físicos. Os titulares no clássico realizaram trabalhos regenerativos, enquanto os outros atletas disputaram um jogo-treino contra o time sub-17. Os profissionais venceram por 4 a 0, com gols de Calazans, Raniel, Helinho e Gabriel Sara.

O técnico Fernando Diniz escalou a equipe com Jean; Hudson, Walce, Anderson Martins e Léo; Jucilei, Igor Gomes e Gabriel Sara; Helinho, Raniel e Calazans. O goleiro Lucas Perri defendeu a equipe juvenil, enquanto o arqueiro Junior entrou no decorrer do confronto, que teve duração de 50 minutos.

Para o jogo contra o Cruzeiro, Diniz voltará a ter o atacante Antony à disposição. Ele está com a seleção pré-olímpica e se juntará ao elenco são-paulino já em Belo Horizonte. Os desfalques certos são Pablo, Everton, Toró e Rojas, no departamento médico.

Uma provável escalação do São Paulo para a partida tem: Tiago Volpi, Igor Vinicius (Juanfran), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan; Tchê Tchê, Liziero, Hernanes e Antony; Alexandre Pato.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!