Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

BRASILEIRÃO

Cruzeiro vence de virada, sai da degola e complica Corinthians na briga pelo G4

O gol da derrota revoltou os jogadores e custou a expulsão de Carille

20 OUT 19 - 12h:03ESTADÃO CONTEÚDO

O Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro por 2 a 1, neste sábado, na arena do clube em Itaquera, e aumentou para cinco jogos o jejum de vitórias no Campeonato Brasileiro. O gol que sacramentou a derrota revoltou os jogadores do time paulista e custou a expulsão de Fábio Carille.

Isso porque o auxiliar marcou impedimento no início da jogada e a zaga corintiana parou. O árbitro mandou seguir pois o "passe" saiu dos pés de Fagner. O cruzeirense Éderson avançou com tranquilidade, driblou Walter e marcou. Carille ficou revoltado e entrou no campo para questionar a arbitragem. Os jogadores também tumultuaram pedindo a anulação do gol e o técnico corintiano levou o cartão vermelho.

A derrota ofuscou o gol 11 mil da história do clube, anotado por Fagner, e pode custar a vaga no G4 da tabela. O Corinthians permanece com 44 pontos e pode ser ultrapassado pelo São Paulo, que tem 43, e recebe o Avaí neste domingo. O Cruzeiro respira aliviado com a vitória, pois deixou a zona de rebaixamento da competição - é o 16º colocado com 28 pontos, dois à frente do Ceará, o 17º.

Em campo, Carille tentou novamente colocar o time no ataque. Ele manteve a formação ofensiva do último jogo com Pedrinho, Gustavo e Janderson e somente Ralf na marcação no meio-campo. O primeiro tempo foi equilibrado no duelo entre duas equipes com propostas diferentes. O Cruzeiro cadenciava mais o jogo, tocava mais a bola, tinha mais paciência na criação das jogadas. O Corinthians buscava mais a velocidade pelas pontas, tentava ser objetivo com a bola nos pés. Fred, de um lado, e Gustavo, do outro, tentavam incomodar os zagueiros. O primeiro se antecipou aos zagueiros e assustou Walter. O outro recebeu cruzamento livre e só não mandou a bola para a lateral porque o chute saiu fraco.

O Corinthians abriu o placar após roubada de bola no meio-campo. Gustavo desviou no meio da área e a bola sobrou para os pés de Fagner, que bateu cruzado para abrir o marcador. Foi o gol 11 mil da história do clube e de um jogador improvável. O lateral-direito não marcava desde 2016.

Mas não deu muito tempo para comemorar. Quatro minutos depois, Marquinhos Gabriel cabeceou e a bola bateu no braço de Bruno Méndez. O VAR assinalou pênalti. Fred bateu colocado e empatou para o Cruzeiro.

O time mineiro parecia satisfeito com o empate na etapa final e passou a marcar somente em seu campo de defesa. O Corinthians voltou ligado e quase desempatou o placar em chute de Pedrinho, que Fábio fez grande defesa e mandou para escanteio. Na sequência, Mateus Vital aproveitou cruzamento e mandou para as redes, mas o árbitro assinalou falta de Marllon em Fred no início da jogada.

Janderson também começou a aparecer para a partida em jogadas pelo lado esquerdo. Mas quem surpreendeu foi o Cruzeiro. Em uma disputa de bola, Fagner mandou para o campo de defesa, a zaga corintiana parou, Éderson recebeu livre, passou por Walter e fez O time corintiano ficou revoltado com o lance, pois o bandeirinha havia assinalado impedimento, que não foi marcado pelo árbitro, e Carille foi expulso.

Os times voltarão a jogar no sábado, ambos como mandante. O Corinthians vai receber o Santos em clássico na sua arena e o Cruzeiro enfrentará o Fortaleza no Mineirão.

FICHA TÉCNICA:

CORINTHIANS 1 X 2 CRUZEIRO

CORINTHIANS - Walter; Fagner, Bruno Méndez, Marllon e Danilo Avelar; Ralf, Sornoza (Jadson) e Mateus Vital (Vagner Love); Pedrinho (Clayson), Gustavo e Janderson. Técnico: Fábio Carille

CRUZEIRO - Fábio; Orejuela, Dedé (Cacá), Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Ederson, Robinho (Ariel Cabral), Thiago Neves e Marquinhos Gabriel; Fred (Joel). Técnico: Abel Braga.

GOLS - Fagner, aos 33, e Fred, aos 37 minutos do primeiro tempo. Éderson, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araujo (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Ederson (Cruzeiro); Bruno Méndez, Fagner e Vagner Love (Corinthians).

RENDA - R$ 1.529.296,10.

PÚBLICO - 31.631 pagantes (31.882, no total).

LOCAL - Arena Corinthians, em São Paulo (SP).

 

 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Torcida lota porta do CT para se despedir do elenco do Fla antes da viagem a Lima
LIBERTADORES

Torcida lota porta do CT para se despedir do elenco do Fla antes da viagem a Lima

CBF divulga calendário exclusivo do futebol feminino para temporada de 2020
BRASILEIRÃO FEMININO

CBF divulga calendário exclusivo do futebol feminino para temporada de 2020

Após má fase, Rodrigo Caio aponta 'orgulho' por disputar final da Libertadores
FLAMENGO

Após má fase, Rodrigo Caio aponta 'orgulho' por disputar final da Libertadores

Pelé comemora 50 anos de seu histórico milésimo gol na carreira
REI DO FUTEBOL

Pelé comemora 50 anos de seu histórico milésimo gol na carreira

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião