Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PALMEIRAS

Cruzeiro empata no fim e elimina Palmeiras da Copa do Brasil

Cruzeiro empata no fim e elimina Palmeiras da Copa do Brasil
27/07/2017 08:48 - FolhaPress


 

O Cruzeiro assustou a torcida, mas arrancou o placar necessário para garantir a classificação à semifinal da Copa do Brasil. A equipe de Belo Horizonte achou o 1 a 1 contra o Palmeiras, nesta quarta-feira (26), no Mineirão, e conseguiu eliminar os paulistas após o empate por 3 a 3 na ida, em São Paulo.

O gol salvador do Cruzeiro foi marcado pelo lateral-esquerdo Diogo Barbosa, aos 40min do 2º tempo. Antes, Keno havia anotado para o Palmeiras.

O clube mineiro se encontrava em situação desesperadora no Mineirão. O Palmeiras, com uma pitada de sorte de Keno, que arriscou de primeira e viu a bola enganar Fábio com um desvio no meio do caminho -aos 26min da etapa final-, segurava o resultado e levava o Mineirão a uma noite de decepção.

No entanto, apareceu Diogo Barbosa. O lateral esquerdo, um dos destaques da partida, apareceu como um verdadeiro centroavante, invadiu o espaço deixado entre Yerry Mina e Edu Dracena e desviou de cabeça aos 40min do segundo tempo para superar Jailson e assegurar a classificação cruzeirense de fase.

O adversário do Cruzeiro será conhecido nesta quinta-feira, no duelo entre Grêmio e Atlético-PR, que jogam em Curitiba a partir das 21h45. No primeiro jogo, disputado no Rio Grande do Sul, o time gaúcho venceu por 4 a 0 e encaminhou a vaga.

O Cruzeiro atuou com maturidade contra o atual campeão brasileiro. A equipe mineira resistiu à tentação de pressionar o rival em casa e abrir espaço à velocidade de palmeirenses como Róger Guedes e Dudu.

Com a bola nos pés, a equipe celeste trabalhava com triangulações pelas pontas, geralmente com o apoio de Ariel Cabral. Na defesa, cedeu pouco espaço, mas, mesmo assim, ele foi aproveitado por Keno em uma das poucas oportunidades do Palmeiras.

O primeiro tempo travado não interessava ao Palmeiras, necessitado por um resultado positivo para avançar na Copa do Brasil. Opção tradicional pelo lado esquerdo do ataque, Dudu atuou durante a segunda etapa centralizado, como um elo de ligação para municiar o ataque.

Keno, mais incisivo, também entrou na etapa final, e tratou de mudar o jogo com uma pitada de sorte. O camisa 27, aos 26min, arriscou de fora da área e viu a bola desviar no meio do caminho para enganar Fábio.

Precisando do empate para garantir a classificação e não criar uma crise no clube, o Cruzeiro foi para cima e conseguiu o gol da classificação já no fim graças à infiltração inesperada de Diogo Barbosa, e o cabeceio do lateral no canto direito.

 

Felpuda


Dois pedidos de desculpas, de autorias diferentes, foram assuntos muito comentados nas redes sociais com críticas ácidas às suas declarações, até porque os envolvidos não só os usaram despropositadamente, como tiveram de voltar a eles para se redimirem. Um deles, inclusive, quase criou uma crise política da-que-las, o que obrigou seu pai, figurinha carimbada, a pular miúdo para colocar panos quentes sobre a questão. Essa gente!...