CORRUPÇÃO NO FUTEBOL

CPI já analisa dados bancários e fiscais de Del Nero

Presidente da CBF é alvo das investigações de corrupção no futebol
10/09/2015 18:00 - FOLHAPRESS


 

A CPI do Futebol já recebeu os dados fiscais e bancários do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.

Uma equipe técnica, formada por advogados, policiais, servidores do Senado, membros do TCU (Tribunal de Contas da União) e da Receita Federal analisam os documentos desde 12 de março de 2012, quando Del Nero assumiu o cargo de vice da CBF, com a renúncia de Ricardo Teixeira.

Não há prazo para que a CPI chegue a uma conclusão, principalmente porque a equipe quer cruzar os dados recebidos com os contratos da CBF que também foram solicitados.

O Supremo Tribunal Federal (STF) concedeu uma liminar favorável à CBF, que impede, por enquanto, a entrega dos documentos de acordos com parceiros comerciais da entidade.

Del Nero tentou, sem sucesso, impedir a entrega dos sigilos por meio do STF, que negou uma liminar e ainda não julgou o mandado de segurança solicitado.

Os dados bancários e fiscais do empresário Wagner Abrahão, parceiro comercial da CBF com uma empresa de turismo que faz a logística das viagens da seleção brasileira, também já foram enviados para a CPI.

Os documentos bancários foram enviados pelo Banco Central, e os fiscais pela Receita Federal.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".