Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

ATLETIBA

Coritiba vence por 1 a 0 sem encantar e complica Atlético-PR no Brasileirão

4 JUN 2017Por FOLHAPRESS08h:13

A abertura da quarta rodada do Campeonato Brasileiro teve um Atletiba bastante movimentado, mas não tão emocionante neste sábado (03). No Couto Pereira, o Coritiba parecia menos perigoso no início, mas conseguiu gol com o zagueiro Marcio na bola aérea e venceu o Atlético-PR por 1 a 0.

A vitória no clássico alça o Coxa aos nove pontos e à liderança provisória, enquanto o Atlético-PR segue amargando a zona de rebaixamento com um ponto, à frente apenas do Atlético-GO. O Furacão busca sua primeira vitória no Nacional em visita ao Fluminense, pela quinta rodada, nesta terça-feira (06). No dia seguinte o Coritiba recebe o Palmeiras tentando se manter entre os primeiros.

A falta de criatividade marcou o primeiro tempo do time da casa, que não conseguiu infiltrações e por isso acabou obrigado a arriscar de longe. Faltou também pontaria, por isso os chutes de fora da área assustaram pouco. O cenário seguiu praticamente o mesmo após o intervalo, mas aí Marcio ganhou no alto e cabeceou para a rede.

O Atlético-PR começou reativo, esperando a iniciativa do rival, mas com o tempo tornou-se mais incisivo e perigoso. Foram pelo menos três chances claras no primeiro tempo, quando só faltou um pouco de capricho para sair na frente. Ederson perdeu gol feito na volta do intervalo, e o castigo veio 15 minutos depois: Thiago Heleno perdeu disputa aérea, e o Coxa abriu o placar. Daí em diante os rubro-negros não conseguiram reagir, e o dono da casa confirmou a vitória.

Coritiba
Wilson; Dodô, Marcio, Werley e William Matheus; Alan Santos, Tomas Bastos (Tiago Real) e Matheus Galdezani; Henrique Almeida (Jonas), Neto Berola (Rildo) e Kléber.
T.: Pachequinho.

Atlético-PR
Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto (Felipe Gedoz), Pablo Felipe, Lucho González e Nikão (Douglas Coutinho); Grafite (Ederson).
T.: Eduardo Baptista.

Àrbitro: Raphael Claus (SP)
Auxiliares: Alex Ang Ribeiro e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo
Público/Renda: 16.456 (15.442 pagantes)/R$ 423.190,00
Cartões Amarelos: Matheus Galdezani, William Matheus e Dodô (Coritiba); Otávio e Pablo (Atlético-PR)
Cartão Vermelho: não houve
Gol: Marcio (Coritiba), aos 16 minutos do segundo tempo.

Leia Também