Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sexta, 16 de novembro de 2018

Copa Sul-Americana

Corinthians vence, avança no campeonato e está a 6 jogos do recorde

27 JUL 2017Por BRUNA AQUINO08h:24

O Corinthians se classificou para as oitavas de final da Copa Sul-Americana com a vitória por 2 a 0 sobre o Patriotas (COL), nesta quarta (26), no Itaquerão. O gol da vitória foi marcado pelo zagueiro Balbuena.

Na próxima fase, o time paulista vai enfrentar o vencedor do confronto entre Racing (ARG) e Independiente Medellín (COL). No primeiro jogo, em Buenos Aires, os argentinos venceram por 3 a 1.
O Corinthians chegou aos 31 jogos de invencibilidade em 2017. Igualou a 2ª maior marca da história do clube, obtida entre 1936 e 1937. Está a seis partidas do recorde do elenco de 1957, mas que não foi campeão da nada.

A equipe de Carille já ganhou o Paulista, lidera o Brasileiro e está na briga pela Copa Sul-Americana.
O Corinthians jogou relaxado no primeiro tempo. Kazim, escalado no lugar de Jô, pouco viu a bola. Houve eficiência pelo lado esquerdo, como já se tornou hábito. Todas as vezes que partiu com a bola dominada contra a marcação, Guilherme Arana levou vantagem. Só era parado com falta.

Talvez pela formação alternativa, mesclada de titulares com reservas, o Corinthians demorou para entrar no jogo. Isso aconteceu a partir dos 15 minutos, quando Marquinhos Gabriel, uma insistência de Fábio Carille, começou a aparecer com bons passes.

Giovanni Augusto e Clayton tentaram finalizações, que foram abafadas pela zaga colombiana. O gol parecia questão de tempo.

Aos 27 min, cobrança de escanteio de Maycon encontrou Balbuena livre na área. De cabeça, o zagueiro fez o gol corintiano. Foi o quinto do paraguaio na temporada.

O Patriotas tentava propor o jogo e quando conseguiu, ameaçou Cássio. Vàsquez poderia ter feito melhor aos 30 min após cruzamento. Ibarguén teve duas oportunidades. Cássio fez boa defesa em arremate de longe. A melhor aconteceu pouco antes, aos 38, quando o atacante subiu sozinho na área, mas cabeceou para fora.

Em determinados momentos do segundo tempo, o time brasileiro deu espaço para o adversário e o Patriotas teve um luxo que os outros times do Campeonato Brasileiro não gozam: espaço para partir com a bola dominada contra a zaga do Corinthians. Faltou categoria para aproveitar.

Carille tentou dar mais poder ofensivo para o time ao colocar Jô. Não funcionou muito. A torcida presente no estádio pediu a presença de Pedrinho. O atacante de 19 anos entrou e selou a classificação aos 45 min, ao ganhar na corrida da zaga após longo lançamento de Cássio e tocar na saída do goleiro.

 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também